A Polícia Civil, por intermédio dos investigadores da 20ª COORPIN, deram cumprimento, na manhã desta quarta-feira, 08, a mandados de busca domiciliar e de prisão preventiva, expedidos pelo juiz da Vara Criminal da Comarca de Brumado, vulgo "Dedei", de 19 anos, suspeito de cometer diversos roubos a estabelecimentos comerciais, a transeuntes e mais recentemente a um curso pré-vestibular, de onde subtraiu diversos telefones celulares e outros pertences. Em cumprimento a uma busca domiciliar na residência, localizada no Bairro Baraúnas, foram encontrados 08 (oito) telefones celulares, várias camisetas de times de futebol e materiais esportivos em suas respectivas embalagens, facas, canivetes e uma roupa com estampa camuflada militar, utilizada pelo suspeito em diversos roubos. O jovem ficará custodiado na carceragem da Delegacia de Brumado, à disposição da justiça, até ulterior deliberação.

Foto: reprodução

O primeiro debate entre os candidatos à Presidência da República acontece nesta quinta-feira (9). A transmissão será realizada em rede nacional pela TV Bandeirantes, a partir das 22h. Liderados pelo jornalista Ricardo Boechat, os candidatos responderão a perguntas de eleitores, jornalistas e demais concorrentes.  A emissora anunciou que oito dos 13 candidatos participarão do programa, sendo que todos são de coligações com no mínimo cinco congressistas, obrigados a serem convidados pela lei eleitoral. Estarão presentes: Álvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB), Jair Bolsonaro (PSL) e Marina Silva (Rede).  Por estar preso, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não comparecerá. De acordo com a Folha de S. Paulo, o PT chegou a analisar a possibilidade do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), vice de Lula, acompanhado de Manuela D'Ávila (PC do B), que deve assumir o posto de vice se Lula for impedido de concorrer, participarem de um evento alternativo, transmitido pelas redes sociais. Contudo, a ideia agora é que Haddad e Manuela acompanhem o debate dentro do estúdio, como convidados, concedendo entrevistas e comentando as respostas dos adversários durante os intervalos. O partido também organiza manifestações nas imediações da emissora, em São Paulo.

Foto: reprodução

Por Agência Brasil,

Por 7 votos a 4, a maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, há pouco, enviar ao Congresso Nacional proposta de aumento dos salários dos ministros da Corte , para 2019. O salário atualmente é de R$ 33,7 mil e o percentual de reajuste, de 16%. Caso o reajuste seja aprovado no Orçamento da União, que será votado pelo Congresso, o salário dos ministros poderia chegar a R$ 39 mil, valor que provocaria efeito cascata nos salários do funcionalismo – o subsídio dos ministros é o valor máximo para pagamento de salários no serviço público. A inclusão, que foi decidida em uma sessão administrativa, é tratada anualmente e deve ser enviada ao Ministério do Planejamento até o dia 31 deste mês para compor o Orçamento dos Três Poderes que será analisado pelo Congresso. Votaram a favor do aumento os ministros Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio, Luís Roberto Barroso, Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Luiz Fux e Alexandre de Moraes. A presidente da Corte, Cármen Lúcia, votou contra o reajuste, assim como os ministros Rosa Weber, Edson Fachin e Celso de Mello.  Durante a sessão, os ministros Dias Toffoli e Lewandowski ressaltaram que a proposta não terá impacto financeiro nas contas públicas. Segundo os ministros, foram feitos cortes internos nas despesas para bancar os custos. De acordo com o STF, o impacto no orçamento do tribunal é de R$ 2,8 milhões. Para defender envio da proposta, Lewandowski disse que os salários dos ministros da Corte estão defasados em 50%. O ministro também demonstrou preocupação com o “estado de penúria” dos aposentados e pensionistas do Supremo, que “não conseguem pagar plano de saúde”. Contra o reajuste, o decano na Corte, Celso de Mello, disse que “fez uma escolha trágica” ao não enviar a proposta do Congresso. Segundo o ministro, a crise fiscal pela qual o país passa não permite o pedido de aumento. 

Foto: reprodução

Os produtos deixarão o seu ambiente com um aspecto moderno e com um acabamento impecável, com produtos excelentes e de fácil aplicação. Adquirindo Rejuntes e Argamassas da Quartzolar, o cliente estará adquirindo o que existe de melhor no setor, com os melhores preços, durabilidade e economia surpreendente, pois os produtos rendem muito mais, sendo a primeira do ramo na Bahia a conquistar o certificado de qualidade ISO 9001/2015. Para maiores informações e compras entre em contato através dos telefones 0800 024 3077 ou (77) 99145-8824, através do site www.quartzolar.com.br ou do endereço eletrônico (e-mail) sac@quartzolar.com.br.

Foto: Paulo M. Azevedo/Arquivo CORREIO

Todos os postos do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC), que estavam sem emitir o documento de identidade, voltarão a oferecer o serviço a partir desta quarta-feira (8), na capital e interior do Estado.  O serviço estava suspenso devido à intervenção técnica no sistema do Instituto de Identificação Pedro Mello (IIPM), órgão responsável pela emissão do Registro Geral (RG).  A interrupção na confecção do documento havia se estendido por toda a Rede SAC na Bahia, exceto nos 29 Pontos SAC e nas três unidades do SAC Móvel.  Atualmente a Rede SAC possui 64 postos, sendo 10 na capital, quatro na Região Metropolitana de Salvador (RMS), 21 em municípios do interior e 29 Pontos SAC, além das três unidades móveis. Mais cedo, a Secretaria da Administração do Estado (Saeb) chegou a informar, em nota ao CORREIO, que o problema não tinha previsão para ser resolvido. “Há um problema no sistema do Instituto de Identificação Pedro Mello (IIPM), órgão responsável pela emissão do documento, e ainda não foi resolvido. Técnicos estão atuando na solução do problema para resolver no menor tempo possível. O problema se estende a toda a Rede SAC na Bahia, exceto os 29 Pontos SAC do interior e as três unidades do SAC Móvel”, afirmou a Saeb, horas antes de a situação ser resolvida.  O Departamento de Polícia Técnica (DPT), órgão responsável pela emissão do documento, também informou que a confecção havia sido suspensa por problemas técnicos, ora sanados.

Foto: Divulgação

A Tradicional Festa de Campo Seco 1 acontece nos dias 10, 11 e 12 de agosto e tem entrada gratuita para todos os dias. Serão 6 atrações animando o circuito da festa. 

Foto: reprodução

Em Vitória da Conquista, uma jovem de 22 anos de idade abandonou uma recém-nascida dentro de um guarda-roupa, momentos após ter dado à luz ao bebê no Bairro de Nova Cidade. De acordo com informações do G1, obtidas através da Polícia Militar, a criança foi encontrada no início da noite de segunda-feira (6), horas depois do parto, que teria sido feito pela própria jovem. A criança estava na casa da bisavó da jovem, que ouviu o choro do recém-nascido, abafado pelo guarda-roupa. Segundo a polícia, a mulher já tem duas filhas e teria abandonado a bebê após descobrir que ela também era uma menina, porque queria um menino. Os militares estiveram na residência junto com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Conselho Tutelar. A jovem e a filha seguem internadas no Hospital Isaú Matos nesta terça-feira (7) e não têm previsão de alta. O estado de saúde do bebêl, assim como o da mãe, é estável . A polícia não soube informar se a família sabia que ela estava grávida.

Foto: reprodução

Em Vitória da Conquista, uma jovem de 22 anos de idade abandonou uma recém-nascida dentro de um guarda-roupa, momentos após ter dado à luz ao bebê no Bairro de Nova Cidade. De acordo com informações do G1, obtidas através da Polícia Militar, a criança foi encontrada no início da noite de segunda-feira (6), horas depois do parto, que teria sido feito pela própria jovem. A criança estava na casa da bisavó da jovem, que ouviu o choro do recém-nascido, abafado pelo guarda-roupa. Segundo a polícia, a mulher já tem duas filhas e teria abandonado a bebê após descobrir que ela também era uma menina, porque queria um menino. Os militares estiveram na residência junto com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Conselho Tutelar. A jovem e a filha seguem internadas no Hospital Isaú Matos nesta terça-feira (7) e não têm previsão de alta. O estado de saúde do bebêl, assim como o da mãe, é estável . A polícia não soube informar se a família sabia que ela estava grávida. As informações são do Agora Sudoeste. 

Foto: reprodução

Por Agência Brasil,

A uma semana de completar quatro anos do acidente aéreo que vitimou o então candidato à Presidência da República Eduardo Campos, a Polícia Federal concluiu o inquérito sobre a morte do político pernambucano. O relatório final sobre o caso foi apresentado pela PF hoje (6) à família de Campos e será apresentado nesta terça (7) à família do piloto Marcos Martins, que comandava a aeronave no momento do acidente. Somente após a apresentação do relatório à família do piloto, as informações sobre o relatório serão divulgadas publicamente, informou a assessoria de imprensa da PF. Eduardo Campos morreu em 13 de agosto de 2014 na queda de um jatinho na cidade de Santos, litoral sul de São Paulo. A aeronave em que estava o ex-governador de Pernambuco, modelo Cessna 560XL, prefixo PR-AFA, decolou do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao aeroporto de Guarujá (SP). Quando se preparava para pouso, o piloto arremeteu o avião devido à falta de visibilidade provocada pelo mau tempo. Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com a aeronave. Ao lado da ex-ministra do Meio Ambiente e ex-senadora Marina Silva, Campos tentava chegar à Presidência da República pela coligação Unidos Pelo Brasil (PSB, PHS, PRP, PPS, PPL, PSL). Depois de ser deputado estadual, três vezes deputado federal, secretário estadual de Governo e de Fazenda, ministro da Ciência e Tecnologia e governador de Pernambuco por dois mandatos, o economista pernambucano concorria pela primeira vez ao cargo mais importante da política brasileira. Nas pesquisas eleitorais, Campos aparecia como terceiro colocado. Eduardo Campos, que é neto do político Miguel Arres, morreu na mesma data que seu avô, falecido em 2005. Campos era filho de Ana Arraes, ministra do Tribunal de Contas da União (TCU) e do poeta e cronista Maximiano Campos. O então candidato do PSB à Presidência da República tinha acabado de fazer 49 anos, no dia 10 agosto daquele ano. Além de Campos e do piloto Marcos Martins, morreram no acidente o copiloto Geraldo Magela Barbosa da Cunha e quatro integrantes da equipe que assessorava o ex-governador de Pernambuco, formada pelo assessor de imprensa Carlos Augusto Percol, o fotógrafo Alexandre Severo o cinegrafista Marcelo Lyra e o advogado Pedro Valadares.

Foto: reprodução

As convenções partidárias confirmaram 13 candidatos à Presidência da República – o segundo maior número desde 1989, quando foram 22 concorrentes, já que o comunicador Silvio Santos teve a candidatura impugnada. Neste período, somente o PSDB e o PT disputaram todas as eleições presidenciais com candidatos próprios. Partido com maior número de filiados – 2,4 milhões -, o MDB não tinha candidatura própria há quatro eleições. Depois que o ex-governador de São Paulo e ex-presidente do partido, Orestes Quércia, ficou em quarto lugar na disputa de 1994, o MDB transitou entre chapas do PSDB e do PT – legendas que monopolizaram as eleições desde aquele ano. Após o lançamento do Plano Real, o tucano Fernando Henrique Cardoso venceu a eleição no primeiro turno em 1994, com 54,3% dos votos. Naquele ano, o cardiologista Eneas Carneiro (morto em 2007), conhecido pelo discurso agressivo e o bordão “meu nome é Eneas”, surpreendeu o país conquistando cerca de 4,6 milhões de votos, mais do que Quércia e do que o pedetista Leonel Brizola (morto em 2004). Em 1998, Fernando Henrique Cardoso foi reeleito, novamente vencendo no primeiro turno, com 53% dos votos. Naquele ano, 12 candidatos participaram da eleição presidencial. As eleições de 2002 marcaram o começo da hegemonia do PT: foram quatro vitórias seguidas, todas contra o PSDB. Luiz Inácio Lula da Silva foi eleito e reeleito em 2002 e 2006. Depois, Dilma Rousseff conquistou o Palácio do Planalto em 2010 e foi reeleita em 2014, mas não completou o mandato. Nas quatro últimas eleições presidenciais, a decisão veio no segundo turno.

Foto: Divulgação

Por Janine Andrade / Agora Sudoeste,

Representando o Núcleo Territorial de Educação de Caetité – NTE/13, o Colégio Estadual de Brumado (CEB) participou da etapa Bahia dos Jogos Integrados (Jerp /JEJ) na modalidade Futsal, na categoria de 15 a 17 anos de idade. Na sexta-feira (03), o CEB jogou contra o Colégio Objetivo de Juazeiro, perdendo de virada por 7x4. No sábado (04), tendo que se reabilitar por conta da derrota, os brumadenses enfrentaram duas fortes equipes: pela manhã o Colégio Jhon Kennedy ,de Teixeira de Freitas, dominando toda a partida, encerrando com o placar favorável de 5x1. À tarde, a equipe mais temida dos jogos, o Colégio Integral de Salvador, estes que até o momento tinham vencido todos os adversários por goleada, mas não conseguiram penetrar a forte defesa brumadense, terminando o jogo com vitória do CEB por 2x1. Na última partida na manhã de domingo (05), o CEBenfrentou o Colégio Sartre de Laura de Freitas, dominando a partida vencendo pelo placar de 7x2. Com a vitória,  o Colégio Estadual de Brumado se tornou o Campeão Baiano dos Jogos Escolares da Juventude/JERP Sudesb 2018 e irá representar a Bahia na etapa Regional Nordeste na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte, entre os dias 12 e 16 de setembro. Caso seja vencedora, a equipe segue para a disputa nacional. Os alunos/atletas que fizeram parte da equipe foram os goleiros Ian Santos e João Lucas (Gordo); fixos Cauan Souza e Fillipe Pinheiro; alas Tailan Ramos, Cleison Mano, Fernando Eduardo e Emerson Pinheiro; pivô Gustavo Silva.

Foto: reprodução

Um frigorífico de Itapetinga, no Médio Sudoeste baiano, vai começar o abate de jumentos. A previsão que a partir da próxima semana, a empresa retorne a atividade. Ao Blog do Anderson, o diretor do frigorífico, Alber Ferreira Rezende, informou que a previsão é abater entre 500 a 600 animais. Toda a produção será para exportação, encaminhada para a China. “A gente fica muito feliz porque retornamos a contratar e gerar emprego que a gente tinha perdido. [O abate de jumento] É uma atividade que tem crescido”, disse ao Blog. Conforme Rezende, o frigorífico de Itapetinga é o terceiro a abater jumentos na Bahia. Pela legislação brasileira é proibido a comercialização e carne de cavalo e jumento para fins de alimentação.

Páginas