Foto: reprodução

A Padaria União Santos se destaca oferecendo qualidade, experiência, capricho e profissionalismo de uma equipe especializada, que oferecem produtos diversos e com sabores incomparáveis. A Padaria União Santos fica localizada na Av. Otávio Mangabeira, no bairro Nobre, próxima à escola Nossa Senhora de Fátima. Na padaria União Santos você encontra as melhores tortas doces e salgadas, salgados diversos, pães, bolos e muito mais. Aceitamos encomendas para qualquer tipo de evento e dispomos de uma linha especial de Tortas doces, feitas com os melhores ingredientes e com muito capricho por quem realmente entende do assunto. Façam já os seus pedidos para aniversários, casamentos e confraternizações. Maiores informações 77 3441-3642.

Marcelo Camargo/Agência Brasil

O governo convocou para hoje (23), às 14h, uma reunião para discutir a paralisação dos caminhoneiros. Os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil),Valter Casimiro Silveira (Transportes) e Carlos Marun (Secretaria de Governo) vão conversar com os presidentes da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Mario Rodrigues, da Associação Brasileira de Caminhoneiros (Abcam), José da Fonseca Lopes. A reunião será na Casa Civil, no Palácio do Planalto, em Brasília. A paralisação que completa três dias nesta quarta-feira provoca desabastecimento de mercadorias e combustíveis, além de problemas de trânsito e congestionamentos. Também há relatos de reflexos na aviação civil. Os caminhoneiros protestam contra o preço dos combustíveis, especialmente do diesel, em rodovias do país e a cobrança de pedágios, mesmo quando os veículos estão com os eixos levantados. O protesto que começou na última segunda-feira (21) é por tempo indeterminado. Na noite de ontem (22), o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, confirmou acordo feito entre governo e Congresso Nacional para redução do preço do diesel. Guardia disse que o governo eliminará a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) sobre o diesel e, em contrapartida, os parlamentares devem aprovar o projeto de reoneração da folha de pagamento. A medida precisa ser aprovada pelo Congresso. O assunto é tema de uma audiência pública hoje na Comissão de Minas e Energia na Câmara. No próximo dia 30, haverá uma nova rodada de discussões durante comissão geral no Congresso.

Quase todos os jogadores da Seleção Brasileira de Futebol se apresentaram nesta segunda-feira (21), no CT da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), na Granja Comary, em Teresópolis, Rio de Janeiro. De acordo com a entidade, 16 jogadores já chegaram ao CT: Marquinhos, Filipe Luís, Fred, Danilo, Paulinho, Gabriel Jesus, Éderson, Fagner, Neymar, Thiago Silva, Renato Augusto, Douglas Costa, Taison, Fernandinho, Willian e Geromel. O goleiro Cássio também se apresenta nesta segunda, mas só à noite. Já Alisson, Phillipe Coutinho e Miranda se juntarão ao grupo nesta terça-feira (22). Segundo a Agência Brasil, Marcelo, Casemiro e Roberto Firmino integrarão a delegação apenas na Inglaterra, já que disputam a final da Liga dos Campeões no próximo sábado (26). Os comandados de Tite treinarão no CT do Tottenham, antes de viajar para Rússia. No dia 3 de junho, o Brasil fará um amistoso contra a Croácia, em Liverpool. Uma semana depois a seleção encara a Áustria, em Viena. A Seleção Brasileira está no Grupo E, e estreia contra a Suíça no dia 17 de junho.

A direção do Hospital Municipal Professor Magalhães Neto, por meio do diretor, o médico Dr. Bruno Andrade, a Coordenadora de enfermagem, a enfermeira Cássia Lavine e a coordenadora da CCIH, a enfermeira Fernanda Britto, realizou a primeira ‘’SEMANA DE ENFERMAGEM’’ nos dias 15 e 16 de maio. Ser enfermeiro é ter o poder de cuidar de pessoas, de ajudar quando mais precisam, é ser mais-valia para a sociedade. A enfermagem é uma profissão comprometida com a saúde do ser humano e da coletividade, atua na promoção, recuperação da saúde e na reabilitação das pessoas, respeitando os preceitos éticos e legais, respeitando a vida, a dignidade e os direitos da pessoa humana. Em todas as esferas, a enfermagem tem papel de grande importância, o qual deve ser valorizado não apenas como profissionais de suporte, mas como protagonistas essenciais no cenário da nossa saúde. Em tempo, é válido parabenizar todos os técnicos de enfermagem, auxiliares de enfermagem e enfermeiros pelo Dia Internacional da Enfermagem, comemorado no dia 12 de maio.

Foto: reprodução

O brasileiro ainda tem pouco conhecimento sobre os impactos ocasionados pela automedicação e diagnose. É o que mostra uma pesquisa que constatou a prevalência de automedicação em 18,3% dos indivíduos investigados. As informações são do relatório “Fatores predisponentes para a prática da automedicação no Brasil: resultados da pesquisa nacional de acesso, utilização e promoção do uso racional de medicamentos (PNAUM)”, publicado na 21º edição do Boletim Científico. Foram entrevistadas 31.573 pessoas com idade igual ou superior a 20 anos. A pesquisa mostra que 73,6% dos entrevistados afirmaram ter usado algum medicamento sem recomendação médica – caso eles já tivessem usado anteriormente esse mesmo produto; 73,8% declararam ter usado medicamentos não prescritos quando o medicamento já estava presente em casa; e 35,5% afirmaram ter usado alguma medicação não prescrita quando conheciam alguém que já havia tomado a mesma medicação. O principal problema na automedicação e diagnose, aponta a professora Vera Lucia Pereira dos Santos, coordenadora do curso de Gestão da Vigilância em Saúde do Centro Universitário Internacional Uninter, é o risco de intoxicação ou uma reação alérgica. “A pessoa que se automedica já apresenta sintomas que indicam um estado alterado de saúde; se ocorrer a intoxicação pelo medicamento não indicado, o paciente pode inclusive não distinguir a reação e não procurar ajuda a tempo ou ainda ter uma reação alérgica, que poderá trazer sérias consequências”, avalia a especialista. Por serem medicamentos que são de fácil acesso, os pacientes tendem a subestimar seus efeitos ou não seguir corretamente a prescrição da bula. “A automedicação revela, na verdade, um cenário de pouco acesso à saúde. As pessoas se medicam porque consideram difícil o acesso a uma consulta médica”, explica. Para consultas de emergência no SUS, em que os pacientes são classificados de baixo risco, a espera para atendimento pode chegar a 4 horas. “Essa dificuldade leva o paciente a achar que, sozinho, pode se ajudar. Aliada à falta de informação, eles tomam decisões sem aval médico achando que não vão se prejudicar”, afirma. De acordo com levantamento do Centro de Informação e Assistência Toxicológica (Ciatox) da Unicamp, em Campinas, 33% dos casos de intoxicação no Brasil se deram por ingestão de medicamentos, em 2017. “Para acabar com a automedicação, é preciso não só de informação, mas aumentar os pontos de contato da população com os hospitais”, finaliza.

Foto: Divulgação
Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Vários postos de gasolina da região, incluindo Brumado já começou sentir os efeitos da paralização dos caminhoneiros que acontece em todo Brasil. Pelos menos 2 postos da cidade de Brumado já se encontra sem combustível e os outros podem acabar o estoque a qualquer momento, já que a grande procura aumentou. Caso o cenário de greve persista, há sim o risco de desabastecimento geral, uma vez que os postos que ainda possuem estoque não poderão ter a renovação dos produtos armazenados.

Foto: Divulgação

Adquirindo os produtos Quartzolar, o cliente estará adquirindo o que existe de melhor no setor, com os melhores preços, durabilidade e economia surpreendente, pois os produtos rendem muito mais, sendo destaque e reconhecida com o certificado de qualidade ISO9001/2015. Os produtos deixarão o seu ambiente com um aspecto moderno e com um acabamento impecável. A empresa Quartzolar oferece produtos excelentes e de fácil aplicação.  Para maiores informações e compras entre em contato através dos telefones 0800 024 3077 ou (77) 99145-8824, através do site www.quartzolar.com.br ou do endereço eletrônico (e-mail) sac@quartzolar.com.br.

Foto: reprodução

Em dois meses, partidos políticos poderão começar a realizar convenções para escolher oficialmente candidatos a presidente e vice-presidente da República, governador e vice-governador, senador e respectivos suplentes, deputado federal, deputado estadual ou distrital. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), essas convenções devem ocorrer entre 20 de julho e 5 de agosto. Depois, segundo o calendário eleitoral de 2018, eles têm até as 19h do dia 15 de agosto para apresentar ao TSE o requerimento de registro de candidatos a todos os cargos pleiteados. No dia 16 de agosto, ficará permitida a propaganda eleitoral. Até lá, a partir do momento em que houver a deliberação da chapa na convenção e o registro dela, fica permitida a formalização de contratos que gerem despesas e gastos com a instalação física e virtual de comitês. O pagamento efetivo, contudo, só poderá ocorrer após a obtenção de registro de CNPJ do candidato e a abertura de conta bancária específica para a movimentação financeira de campanha e emissão de recibos eleitorais. Antes da oficialização, há a possibilidade de efetivação da chamada pré-campanha. Essa etapa passou a ser legalizada pela minirreforma eleitoral de 2015, que reduziu o tempo oficial de campanha de 90 para 45 dias. A minirreforma introduziu, na Lei Geral das Eleições (Lei 9.504/97) a figura do pré-candidato, ao qual é permitido expor posições políticas e a menção à pretensa candidatura, mas não pedir votos. O dia 20 de julho é também o último dia para a Justiça Eleitoral divulgar os limites de gastos para cada cargo eletivo em disputa. Antes, no 31 de maio, o TSE divulgará, na internet, o quantitativo de eleitores por município, dado essencial para o cálculo do limite de gastos e do número de contratações diretas ou terceirizadas de pessoal para prestação de serviços referentes às atividades de militância e mobilização de rua nas campanhas eleitorais. Já no dia18 de junho será divulgado o montante de recursos disponíveis no Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC).

Foto: reprodução

por Júlia Vigné,

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) recomendou a suspensão do concurso público da Polícia Civil do Estado da Bahia após ter encontrado “graves” irregularidades no certame. A prova foi aplicada no dia 22 de abril e ofertava 880 vagas para cargos como delegado, investigador e escrivão. A suspensão deve ser mantida “até que as irregularidades noticiadas sejam suficientemente apuradas ou esclarecidas”. De acordo com o MP, diversas irregularidades ocorreram, como uso de celular para fotografar o momento de aplicação da prova, ausência de identificação formal dos candidatos, retirada do gabarito antes do término do tempo estabelecido para a realização da prova, deficiências na aplicação e fiscalização das provas e descumprimento da proibição do candidato levar o caderno de prova após o concurso.  As irregularidades ocorreram na primeira e na segunda etapa do concurso, em que foram aplicadas provas objetivas e discursivas. Além de suspender a prova, o MP determinou que as responsabilidades sejam apuradas.

Foto: reprodução

Os preços do diesel e da gasolina voltam a subir nas refinarias a partir desta terça-feira (22/5). Segundo informações do site da Petrobras, a gasolina subirá 0,9% e o diesel 0,97%. Com a alta, o preço da gasolina passará a custar R$ 2,0867, enquanto o do óleo diesel sobe para R$ 2,3716. Este é o 11º aumento do preço da gasolina nos últimos dezessete dias. A exceção ocorreu entre os dias 12 e 15 deste mês, quando a estatal interrompeu a sequência de altas ao manter o preço da gasolina em R$ 1,9330, e entre os dias 19 e 21 quando os preços passaram para R$ 2,0680. Ao longo do mês de maio, o preço da gasolina subiu 16,07%. O aumento ocorre no momento em que grupos de caminhoneiros paralisam algumas rodovias pelo país. Os atos pacíficos ocorrem em protesto contra o aumento nos preços do diesel. O produto iniciou o mês custando R$ 2,0877 na porta das refinarias, sem a incidência de impostos, e passará a valer a partir da meia-noite dessa segunda-feira (21/5) a R$ 2,0867, contra os R$ 2,0680 que vigora desde o último aumento, no sábado passado (19/5). Já o óleo diesel, que aumentará 0,97%, acumula alta de 12,3% desde o dia 1º de maio. Com o último aumento, o preço do produto passará de R$ 2,3488 – preço que passou a valer também no último sábado – para R$ 2,3716. É o sétimo aumento consecutivo do produto. A Petrobras rebate as criticas às altas constantes dos derivados a atribui as elevações de preços às oscilações do preço do barril do petróleo no mercado externo. Segundo a estatal, “os combustíveis derivados de petróleo são commodities e têm seus preços atrelados aos mercados internacionais, cujas cotações variam diariamente, para cima e para baixo”.

Foto: reprodução

A Petrobras elevará os preços do diesel em 0,80% e os da gasolina em 1,34% nas refinarias a partir de sábado (19), informou a petroleira em comunicado no seu site nesta sexta-feira (18). Com os reajustes, os preços dos combustíveis irão a novas máximas dentro da política em vigor desde julho, a R$ 2,3488 o litro de diesel e R$ 2,0680 o litro de gasolina, destaca a Reuters. Este é o 5º reajuste diário seguido. Na véspera, a companhia elevou em 1,80% o preço da gasolina, e subiu 0,95% o preço do diesel. No acumulado na semana, a alta chega a 6,98% nos preços da gasolina e de 5,98% no diesel. A decisão de repassar o aumento do valor da combustível cobrado pela Petrobras para o consumidor final é dos postos de combustíveis. A escalada nos preços acontece em meio à disparada nos preços internacionais do petróleo. Nesta quinta, o barril de petróleo Brent superou US$ 80 pela 1ª vez desde novembro de 2014.

Páginas