Foto: reprodução

A divulgação das notas da edição 2016 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será antecipada para esta quarta-feira (18), anunciou na tarde desta segunda (16) o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Pelo cronograma divulgado no ano passado, o Ministério da Educação (MEC) havia fixado a data da divulgação para quinta (19). Entretanto, na sexta passada, o ministro Mendonça Filho informou que tinha pedido a antecipação da divulgação dos resultados.  Ainda na quarta, Filho dará uma entrevista à imprensa sobre o exame. Segundo o G1, no mesmo dia, o MEC deve abrir consulta pública para viabilizar mudanças na edição de 2017 do exame. A pasta estuda formas de economizar na realização das provas. Entre as decisões já tomadas está eliminar uma das funções dele: a certificação de conclusão do ensino médio. A partir deste ano, pessoas maiores de 18 anos que não terminaram o ensino médio na idade regular deverão fazer o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). Ainda de acordo com a publicação, o Inep afirmou que ainda não há informações sobre por quanto tempo a consulta ficará no ar, mas que a portaria definindo as regras será divulgada na edição do dia 18 do "Diário Oficial da União". As informações são do Bahia notícias.

Foto: Se liga Brumado

Trabalhadores desempregados que teriam acesso ao seguro-desemprego a partir da última quarta (11) estão sem receber a parcela do benefício, referente ao mês de janeiro. Quando se dirigem à Caixa Econômica para sacar a quantia, eles são informados de que o valor não foi depositado pelo governo federal, segundo a Folha de S. Paulo. Ao jornal, o Ministério do Trabalho justificou que o atraso se deve à correção do valor do benefício, o que ocorre anualmente em janeiro, já que ele acompanha o ajuste do salário mínimo. A pasta informou também que a transferência seria feita ainda nesta segunda (17). O anúncio do aumento do salário para R$ 937 ocorreu no dia 29 de dezembro. No dia 11, o teto da parcela do seguro também foi ajustado em mais R$ 101,48, totalizando R$ 1.643,72. No caso das demais faixas que não foram corrigidas, o benefício foi transferido em dezembro de 2016.

Foto: reprodução

por Bruno Luiz,

Na contramão das rebeliões mortíferas que ebulem por presídios em várias regiões do país e culminaram na morte de 142 pessoas, a situação no sistema carcerário baiano é ‘tranquila’, na avaliação do secretário estadual de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), Nestor Duarte (veja aqui). Entretanto, para o coordenador estadual da Pastoral Carcerária, Francisco Franco, o cenário está longe da calmaria pregada pelo titular da Seap. Na avaliação dele, que dirige uma das maiores organizações civis com atuação nos presídios do país, a Bahia pode estar próxima de assistir a um massacre como o registrado em outras unidades penais brasileiras. “A situação aqui não se discerne muito do que acontece do Brasil. Não podemos concordar com o que o secretário disse, mas também não podemos aterrorizar. Entretanto, todos os presídios estão superlotados. Talvez não tenhamos as mesmas facções, mas não estaríamos tão livres”, afirmou Franco, em entrevista ao Bahia Notícias. De acordo com o dirigente da entidade, as situações mais graves são registradas nos presídios de Itabuna, Eunápolis e Feira de Santana – este conjunto penal registrou uma rebelião que deixou nove pessoas mortas em 2015. O coordenador, no entanto, não coloca os problemas vividos pelo sistema penal baiano apenas na conta da Seap. Para ele, o Judiciário tem maior parcela de culpa na crise, principalmente por adotar métodos que, na sua opinião, não são efetivos na recuperação dos presos. “Esse sistema encarcera todo mundo e há morosidade muito grande no julgamento dos processos. Há falta de aplicabilidade de outros métodos punitivos, como a Justiça Restaurativa, outras penas restaurativas, uso de tornozeleira eletrônica, que para o pobre nunca se vê, mas é usada para políticos presos”, criticou. Franco elencou também a alta quantidade de presos provisórios – a Bahia é o terceiro estado com maior número de encarcerados nesta situação: 62,84%, segundo dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) – como fator para a situação delicada no sistema penal baiano. “São mais de 60% de presos sem Justiça. Presos que possuem uma condenação tácita, passam dois anos, três anos como presos provisórios, sem condenação. São colocadas em módulos misturados, de pessoas que respondem processos longos e precisam obedecer aos que já estão lá por questão de sobrevivência”, disse. O coordenador da Pastoral Carcerária minimizou também a efetividade da terceirização de unidades prisionais baianas. Para ele, o regime de cogestão “não fortalece” o combate ao crime. O estado possui, atualmente, sete unidades prisionais administradas parcialmente pela iniciativa privada (clique aqui e entenda). Assim como no resto da Bahia, onde há superpopulação carcerária, estes presídios possuem 3.721 vagas ocupadas por 4.136 detentos, um déficit de aproximadamente 10%. Em todo o estado, são 16.005 pessoas presas atualmente para uma quantidade de vagas de 12.964, o que aponta déficit de 3.041 vagas. Para agravar a situação de uma unidade da federação com sistema deficitário como este, a Bahia também não possui fundo penitenciário (relembre). Por isso, só vai poder receber R$ 44 milhões em recursos do governo federal quando o governador Rui Costa enviar à Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) um projeto para criação do Funpen. O montante, disponibilizado para construção de penitenciárias e modernização do sistema prisional, só deve chegar aos cofres baianos entre fevereiro e março, segundo a Seap. Enquanto o secretário Nestor Duarte fala em “tranquilidade”, 47 presos fugiram de delegacias e presídios nas últimas 72 horas no estado. A última fuga foi registrada na noite deste domingo (15), em Jequié (leia aqui). 

Forró da Paquera 2017

Está chegando o grande dia e as expectativas aumentam ainda mais. O coração começa a bater mais forte e a ansiedade toma conta dos foliões que não vê a hora para Paquerar com a gente no Forró da Paquera, que acontece neste sábado, dia 21 de janeiro, a partir das 22 horas no Haras Silveira - Campo Seco. Os ingressos ainda estão com preço promocional, custando apenas R$ 15,00 e as mesas para 4 pessoas, R$ 60,00. Adquira o seu lugar na festa mais comentada de todos os tempo, compre o seu passaporte da alegria antes da virada de preço. Forró da Paquera, venha parquerar com a gente

Foto: Maj. Will Cox / Georgia Army National Guard

Uma família de São Paulo recebeu, no fim de dezembro, um habeas corpus que autoriza o cultivo de maconha para uso próprio e medicinal. A harle-tsu, variedade de maconha com maior concentração de canabidiol, é utilizada para o tratamento da filha Clarian, 13 anos, que sofre de síndrome de Dravet, uma doença rara que provoca epilepsia. "Falei: Excelência, eu já estou plantando. E não me sinto criminosa por isso", afirmou a bancária Maria Aparecida de Carvalho, mãe da menina, sobre uma das audiências que levaram à decisão. A medida impede, segundo a Folha de S. Paulo, que autoridades policiais efetuem prisão em flagrante ou apreensão e destruição das plantas. "Não há a menor dúvida que o semear, cultivar e dispor da planta por esta família nada tem a ver com o tráfico", escreveu o juiz Antônio Patino Zorz, da Corregedoria de Polícia Judiciária de São Paulo, em despacho. A decisão foi precedida de aval semelhante para duas outras famílias com crianças que sofrem de doenças raras. O advogado Emílio Figueiredo, da Rede Jurídica pela Reforma da Política de Drogas, ressaltou que foram as primeiras autorizações desse tipo no país. Anteriormente, o uso medicinal de maconha apenas era concedido por meio de pedidos para que o Estado fornecesse medicamentos produzidos no exterior. "O Estado alega que não tem dinheiro, que está em crise. Já estou esperando há um ano e cinco meses, mas a doença não espera. Tive que fazer alguma coisa", relatou Alexandre Meireles sobre a tentativa de solicitar medicamento para tratar o filho Gabriel, 14 anos, que sofre de epilepsia severa. "Se o Estado não pode cumprir esse papel, ele tem que permitir ao menos que nós façamos", ressaltou Margarete Brito, presidente da Associação de Apoio à Pesquisa e Pacientes de Cannabis Medicinal e mãe de Sofia, 8 anos, que tem síndrome de CDKL5, doença rara que causa epilepsia. As famílias extraem da planta um óleo artesanal que tem a capacidade de reduzir as crises. O receio ter as plantas apreendidas levou as famílias a buscar a autorização.

Foto: reprodução

Os beneficiários da Tarifa Social da Embasa têm até 20 de fevereiro para fazer seu recadastramento junto à empresa e garantir a continuidade do benefício. Os titulares do Programa Bolsa Família devem comparecer a um dos pontos de atendimento da empresa, munidos dos seguintes documentos (cópias e originais): RG, CPF, conta da Embasa e comprovante de saque do Bolsa Família dos últimos 90 dias. Os usuários que não fizerem a atualização no prazo informado terão o benefício suspenso. Voltada para a população de baixa renda cadastrada no programa federal Bolsa Família, a Tarifa Social beneficia atualmente mais de 250 mil usuários na Bahia. O recadastramento visa atualizar o banco de dados da Embasa e garantir a continuidade do benefício para todos que atendem aos critérios cadastrais. Acesse http://www.embasa.ba.gov.br/centralservicos ou ligue para o telefone 0800 0555 195 e verifique a relação de pontos de atendimento.

Quartzolar Argamassa e Rejuntes!

Com trabalho e dedicação a empresa caminha em passos cada vez mais largos, pretendendo a cada dia conquistar novos clientes, tendo como missão proporcionar segurança aos pés, por andar em pisos firmes. Satisfação pela segurança dos revestimentos e por visualizar lindos fechamentos entre pisos, revestimentos e blocos de vidro. Em seus 11 anos de história, a Quartzolar fica honrada em gerar vários empregos na capital do minério e a pretensão é recrutar cada vez mais colaboradores. Atualmente se encontra os produtos QUARTZOLAR na Bahia, sudoeste do Piauí e no Norte de minas, com vendas nas melhores lojas de materiais de construção dessas regiões. A empresa já implantou o sistema de qualidade da ISO 9001:2015 e tem como uma das suas metas certificar a empresa nesse sistema. Acesse o site da empresa e tenha mais informações.

 

Foto: reprodução

O Sistema Informatizado do Fundo de Financiamento Estudantil (SisFies) será aberto para os alunos a partir de hoje (16). Os estudantes podem, portanto, renovar seus contratos, já que os aditamentos são feitos pela internet. A renovação vale somente para contratos formalizados até 31 de dezembro de 2016. As novas inscrições estão previstas para fevereiro. Os contratos do Fies devem ser renovados a cada semestre. O pedido de aditamento é feito inicialmente pelas faculdades e, em seguida, os alunos devem validar as informações inseridas pelas instituições no SisFies. Na última segunda-feira (9), o acesso ao sistema foi aberto às instituições de ensino superior para o cadastro de dados dos alunos beneficiados. Agora, os estudantes devem confirmar as informações. O prazo para as instituições inserirem os dados vai até o dia 30 de abril. No caso de aditamento não simplificado, quando há alteração nas cláusulas do contrato, como mudança de fiador, o estudante precisa levar a documentação comprobatória ao agente financeiro para finalizar a renovação. Já nos aditamentos simplificados, a renovação é formalizada a partir da validação do estudante no sistema. A abertura do SisFies para os aditamentos foi uma das primeiras medidas anunciadas este ano pelo Ministério da Educação (MEC). A intenção é evitar os problemas que ocorreram no ano passado. No segundo semestre de 2016, as renovações dos contratos, que geralmente ocorrem no início do semestre, só puderam ser feitas a partir de outubro, devido a atrasos de pagamentos. De acordo com o MEC, cerca de 98% dos estudantes conseguiram renovar o financiamento, o que totalizou um orçamento de R$ 8,6 bilhões. O Fies oferece financiamento de cursos superiores em instituições privadas a uma taxa de juros de 6,5% ao ano. O aluno só começa a pagar a dívida após a formatura. O percentual do custeio é definido de acordo com o comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita do estudante. Atualmente, mais de 2 milhões de alunos participam do programa.

Foto: Se liga Brumado

Alegando carência de água potável para consumo humano, a Prefeitura Municipal de Brumado, por meio do decreto de nº. 4.922, de 12 de janeiro, declara situação de emergência no município devido a seca que assola a região. Segundo decreto, a atual gestão considerou que nos últimos quatro anos a estiagem provocou o desabastecimento para o consumo humano e para a dessedentação animal e para as culturas em geral, causando a perda total da safra 2015/2016.                                                                                                                                                  

A Coelba informa que o fornecimento de energia elétrica será temporariamente interrompido nesta terça-feira, dia 17/01, das 07h45 às 13h45, no bairro Covas de Mandioca, na cidade de Brumado. Serão atingidos os seguintes locais: Avenida Horácio José Dos Santos, Avenida Encoso, Fazenda Volta do Rio, Praça do Campo, Praça Vagner Costa Ataíde, Povoado Coquinhos, Povoado Encoso, Rua Herculano Xavier Nascimento, Rua A, Rua Almerinda Rosa Gomes, Rua Ana Maria de Jesus, Rua B, Rua Beira Rio, Rua Cleobulo M. Leite, Rua Eutimio Gomes, Rua Jardim Justiano Aguair, Rua Julia Teles, Rua Maria Gomes, Rua Marinho Gomes e Rua São Carlos. O desligamento será necessário para que os técnicos da empresa realizem, com segurança, serviços de melhoramento na rede elétrica do local. A interrupção programada, excepcionalmente, poderá ser cancelada sem aviso prévio, caso as condições atmosféricas não permitam a realização dos trabalhos ou ocorra alguma situação de contingência que impossibilite as manobras para desligar a rede elétrica. Para evitar acidentes, a Coelba recomenda que eventuais reparos nas instalações elétricas internas ou em equipamentos sejam feitos com a chave geral desligada e os aparelhos retirados das tomadas mesmo durante o período da interrupção de energia, pois o fornecimento pode ser restabelecido antes do horário previsto. A Coelba agradece aos seus clientes e se coloca à disposição para os esclarecimentos necessários.
Foto: Reprodução/Facebook
Morreu na cidade de Salvador o radialista Antônio Elias, popularmente conhecido em Brumado por "Berro Grosso". Ele fazia tratamento na capital do estado e infelizmente não resistiu vindo a óbito. "Berro Grosso", apresentou nos últimos anos na Rádio Nova Vida Fm, o programa "Brasil Caboclo", juntamente com alguns dos violeiros mais queridos da cidade. O velório aconteceu na tarde do último domingo (15) e o sepultamento aconteceu no inicio da noite. Vários populares e amigos foram dar o último adeus ao radialista.
Foto: Divulgação

Os sócios pediram e a banda Nairê está de volta! Preparem-se para viver fortes e grandes emoções, na primeira Manhã de Sol do ano, neste domingo, no Clube Social de Brumado, a partir das 11 horas da manhã. O Esquenta do Carnaval para os associados será inesquecível, ao som da Banda Nairê, que é considerada uma das melhores bandas de axé do Brasil. O evento promete balançar os foliões, em uma espaço amplo, agradável e repleto de gente bonita, reunidas em uma atmosfera festiva calorosa e animada. Prepare-se, Nairê vem aí!

Páginas