Foto: Fernando Duarte / Bahia Notícias

por Fernando Duarte / Guilherme Ferreira,

O governador Rui Costa espera que a economia volte a crescer no próximo ano para permitir um reajuste salarial para os servidores do estado. Este ano, o governo não concedeu reajuste e é possível que a situação se repita em 2017. "Se a economia não melhorar, não tenho como dar aumento aos servidores em 2017", afirmou Rui durante entrevista coletiva nesta terça-feira (20). O último reajuste para a categoria aconteceu em abril de 2015 (veja mais). Durante a entrevista, o governador também sugeriu um "pacto de governança" com o objetivo de pacificar a situação política recuperar a economia no Brasil. "Enquanto não pacificar a crise política e institucional, o país não voltará a crescer. Economia vive de expectativas e não tem lugar no mundo em que a economia tem crescido com crise. Na ditadura o país cresceu, mas tinha estabilidade política, mesmo que na ditadura. Com instabilidade, ou de guerra ou de crise política, não tem país no mundo que consiga crescer sua economia", avaliou.
 

Maracubom, essa é a sua praia!

Para estar na moda neste natal faça suas compras na Capricho Modas que nesta data está com preços e condições especiais! A Capricho Modas neste Natal conta com várias novidades em seu estoque para  atender até os mais exigentes gostos. São os mais novos lançamentos em blusas, calças, shorts, das marcas mais conceituados do mercado. Na Capricho modas você encontra ainda lindas bolças, cintos óculos e vários outros acessórios. Dê uma passada na Capricho Modas e escolha o presente que vai deixar o seu natal ainda mais iluminado com as roupas da moda. Para melhor servir a  Capricho Modas fica localizada em dois endereços.

Loja 1: Avenida Doutor Antônio Mourão Guimarães 638, Centro de Brumado

Loja 2: Avenida Doutor Antônio Mourão Guimarães 215 , Centro de Brumado

Na noite desta segunda-feira (19), no Bairro Irmã Dulce um novo episódio de agressão familiar aconteceu, desta feita tendo uma adolescente como vítima. Segundo as informações colhidas pelo 97NEWS, a confusão teria se iniciado por volta das 20h45m, com um bate-boca entre o pai e a mãe da menina, o que seria cada vez mais recorrente. Após afrontas e ameaças, a adolescente foi tomar as dores da sua mãe, quando, num ímpeto voraz, o seu genitor lhe desferiu empurrões, puxões de cabelo e unhadas. Segundo apuramos as agressões à menor também vem sendo constantes, o que obrigou a sua mãe a abrir um boletim de ocorrência. O caso já está nas mãos do delegado responsável, o qual irá tomar todas as medidas cabíveis no sentido de se evitar que novas agressões ocorram.

As informações do 97 News

A Coelba informa que o fornecimento de energia elétrica será temporariamente interrompido na quinta-feira (22), das 13h15min às 16h, no Bairro Olhos D’água, em Brumado. Serão atingidos os seguintes locais. Avenida Horacio José dos Santos; Rua Ana Angélica Costa; Rua Boa Vista; Rua Djalma Leite; Rua Edmundo Ferreiro; Rua Francisco de Oliveira; Rua Horácio José; Rua José Bibiano; Rua Maria Caires; Rua São Jorge. O desligamento será necessário para que os técnicos da empresa realizem, com segurança, serviços de melhoramento na rede elétrica do local. A interrupção programada, excepcionalmente, poderá ser cancelada sem aviso prévio, caso as condições atmosféricas não permitam a realização dos trabalhos ou ocorra alguma situação de contingência que impossibilite as manobras para desligar a rede elétrica. Para evitar acidentes, a Coelba recomenda que eventuais reparos nas instalações elétricas internas ou em equipamentos sejam feitos com a chave geral desligada e os aparelhos retirados das tomadas mesmo durante o período da interrupção de energia, pois o fornecimento pode ser restabelecido antes do horário previsto.

Foto: Angelo Miloch/UOL

Está sendo destaque no Uol a história do lavrador brumadense Armindo José de Souza, que no último dia 8 de dezembro, ele completou 114 anos e disse ter uma vontade: voltar a trabalhar na lavoura. Ele se aposentou em 1976, a exatamente 40 anos, utilizando a sua caderneta agrícola do Estado do Paraná, único documento que ele tinha em mãos. Nascido em 1902, Armindo diz que começou a lida na lavoura ajudando o pai em 1917, aos 15 anos de idade, em Brumado, na Bahia. Foi casado por 69 anos, teve sete filhos homens e três mulheres, além de 56 netos --os bisnetos e tataranetos ele diz que não consegue contar.  Hoje, Armindo vive num sítio em Jaguapitã, a 440 quilômetros de Curitiba. Passa o tempo fazendo "servicinhos de casa", nada pesado, já que o corpo não deixa. Acorda entre 10h e 11h e dorme sempre antes das 20h. Do passado, lembra dos tempos do forró --dança em que "era o bicho". "A única vontade que eu tenho é a de trabalhar. Mas não posso", diz, se queixando do físico debilitado. O ex-lavrador diz que não está acompanhando a discussão sobre a reforma da Previdência, mas que considera 65 anos uma "idade boa" para se aposentar.

Aposentou-se sem nunca ter pago INSS

Armindo viveu em Presidente Prudente, no interior de São Paulo, Estado que defendeu na  Revolução de 1932, conta. Perdeu dois irmãos baleados nas trincheiras de guerra. Aos 35, chegou ao interior paranaense, onde diz que desbravou fazendas "no machado". "Eu trabalhava preparando as fazendas, mas os patrões que ganhavam o dinheiro. Quando as terras começavam a dar retorno, eu entregava o sítio", diz, sobre seu trabalho nas plantações de café. Entre machado, lavoura, cigarros e uma dose diária matinal de aguardente, Armindo trabalhou até os 74 anos, quando, auxiliado por um amigo de roça, aposentou-se. Em 59 anos trabalhados, diz que nunca contribuiu com o INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social) --criado somente no início dos anos 1990. "Depois de aposentar, ainda precisei trabalhar por mais uns 10 anos", diz Armindo. Durante "um bom tempo", recebia meio salário mínimo de aposentadoria. Depois, passou a receber o salário completo.

Foto: Se Liga Brumado

A Câmara de Vereadores de Brumado votou na noite da última segunda-feira (19) as contas do prefeito Aguiberto Lima Dias (PDT), referente ao ano de 2014. Diferente do que ocorreu na votação da semana passada, quando Aguiberto quase teve suas contas referentes a 2013 reprovadas, esta votação marcou uma mudança de posicionamento dos vereadores, que aprovaram por 11 votos a 2 as contas de 2014.

Foto: reprodução

A Padaria União Santos disponibiliza um cardápio diferenciado com sabores irresistíveis, para tornar os seus dias ainda mais deliciosos. A Padaria União Santos fica localizada na Av. Otávio Mangabeira, no bairro Nobre, próxima à escola Nossa Senhora de Fátima. Na padaria União Santos você encontra as melhores tortas doces e salgadas, avoadores, bolos, salgados diversos, pães e muito mais, tudo com alto padrão de higiene, qualidade e sabores incomparáveis - feitos com os melhores ingredientes e com muito capricho por quem realmente entende do assunto.  Ao requisitar os serviços com a qualidade União Santos, você contará com a experiência, capricho e profissionalismo de uma equipe especializada e que oferecem produtos esmerados na qualidade e com ótimos preços. Façam já os seus pedidos para aniversários, casamentos, festejos e confraternizações. Maiores informações 77 3441-3642.

 

Foto: reprodução

Por Agência Brasil,

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) vão investir R$ 234 milhões em pesquisas nas áreas de ciência e tecnologia, incluindo estudos  sobre o vírus zika. O ministro Gilberto Kassab assinou hoje (19) na sede da Finep, no Rio de Janeiro, convênios referentes a três editais lançados em 2016. Ele ressaltou que, apesar da grave crise financeira, o financiamento em pesquisas será prioridade em 2017. “Nenhum país na história da humanidade conseguiu ser bem sucedido na superação [das dificuldades] sem investir em pesquisa, ciência e inovação”, disse ele. “Precisamos de uma mobilização muito importante, pois a partir de agora, com a famosa Lei do Teto dos Gastos, as corporações que não se mobilizarem terão muita dificuldade para conseguir recursos para os seus projetos”, afirmou o ministro. O presidente da Finep, Marcos Cintra, declarou que, mesmo em tempos de crise, áreas estratégicas, como a de Ciência e Tecnologia, não podem ficar sem investimentos. “Há cortes de gastos de outros setores onde temos reprodução de capital, paralisa-se o investimento, retoma-se dois ou três anos depois, recoloca-se a situação como se desejaria. Na área da Ciência e Tecnologia, o conhecimento é aditivo, extremamente dinâmico. Qualquer paralisação nas nossas atividades nos colocará, em termos de distanciamento da fronteira de conhecimento, em situações que dificilmente poderão ser recuperadas no curto prazo”, disse ele. “Nenhum país vai conseguir estar entre os primeiros em termos de desenvolvimento econômico e oferecer condições dignas de vida à sua população se não der uma atenção muito especial à área a qual  todos nós nos dedicamos”, acrescentou. Para as pesquisas voltadas para o combate ao Zika, as chamadas públicas somam R$ 27,5 milhões. Cinco convênios no valor de R$ 4,6 milhões foram assinados com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e seus institutos. Entre os projetos selecionados estão iniciativas de aperfeiçoamento de tecnologias para exame de imagens de diagnóstico precoce de alterações neurológicas, aprimoramento de tecnologias de criação de inseto estéril, de linhagens de mosquitos geneticamente modificados e desenvolvimento de vacinas. A Finep vai oferecer apoio institucional, incluindo despesas correntes, como material de consumo, softwares, instalação, recuperação e manutenção de equipamentos, além de despesas de capital, operacionais e administrativas e bolsas. O segundo edital - de R$193 milhões - foi destinado a laboratórios multiusuários dos institutos vinculados ao MCTIC, para aquisição e manutenção de equipamentos e contratação de pessoal qualificado para a operacionalização destes equipamentos. O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais e o Observatório Nacional são alguns dos institutos que receberão recursos. A chamada de apoio institucional, somando R$14,3 milhões, destina-se ao desenvolvimento de áreas estratégicas de pesquisa científica e tecnológica. Serão beneficiadas as Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs), a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e a Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

Quartzolar Argamassa e Rejuntes!
Foto: Se liga Brumado

A falta de acessibilidade e os perigos enfrentados pela população em grande parte do município vem sendo alvo de reclamações há muito tempo. Várias dessas grandes e constantes reclamações partem dos moradores dos bairros periféricos e principalmente distante do centro. Além de ruas com sérios problemas de acessibilidade, existem algumas pontes com problemas de infraestrutura, sendo uma delas, no Bairro São Félix. Há vários meses, um bloco de concreto que serve como proteção para pedestres foi destruído e até então não foi reconstruído, causando indignação e preocupação nos moradores que passam diariamente pelo local. Segundo um morador, a situação é preocupante, visto que centenas de moradores passam pela ponte diariamente, inclusive crianças. ''A falta de corrimão pode ocasionar um grave acidente, pois a qualquer momento alguém pode se desequilibrar e cair'' disse o pai de uma criança. O problema parece ser fácil de se resolver, porém, até o fechamento continua sem solução há vários meses, mesmo com a veiculação do problema nas redes sociais e mídias. 
 

Foto: Divulgação/ Laserchip

As empresas baianas criadas em 2017 terão que obrigatoriamente emitir a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e). A medida integra nova fase do cronograma de implantação da modalidade que começa a vigorar a partir de janeiro. Apenas as novas microempresas ficam excluídas da obrigatoriedade, pois só passam a ter que emitir a NFC-e a partir de 2020. Todos os estabelecimentos que já emitiram pelo menos uma NFC-e também passam a ter que aderir à nota eletrônica a partir de janeiro. Os 5.887 estabelecimentos de todos os portes inscritos na NFC-e no Estado já emitiram 66,3 milhões de notas ate agora. “Estamos trilhando o caminho da simplificação, o que trará benefícios tanto para o contribuinte quanto para o consumidor final”, afirma o secretário estadual da Fazenda, Manoel Vitório. Entre os contribuintes que já emitem a NFC-e na Bahia estão várias grandes empresas e postos de combustível. A inscrição pode ser feita pelo site www.sefaz.ba.gov.br, clicando na “Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica” e na sequência, “Como se tornar emissor de NFC-e”. As empresas que estão fora do calendário de obrigatoriedade já podem aderir espontaneamente à NFC-e. Entre as vantagens da emissão da NFC-e está a redução de custos com a substituição do Emissor de Cupom Fiscal (ECF), que chega a custar R$ 2 mil a unidade, por um software que permite o uso de impressora não fiscal. A modalidade oferece também a possibilidade de transmissão em tempo real ou on-line das notas; de importação do arquivo da nota no sistema de escrituração fisco-contábil, o que elimina erros de digitação; e a redução dos gastos com papel.
 

Páginas