Foto: reprodução

Por Folhapress,

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) informou nesta terça-feira (2) que avalia alternativas consideradas seguras para substituir a gráfica que imprime o Enem. A empresa RR Donnelley anunciou falência no domingo. O órgão, ligado ao MEC (Ministério da Educação), ressalta que o cronograma está mantido. As inscrições ocorrem entre 6 e 7 de maio e as provas, em 3 e 10 de novembro. A falência da gráfica que imprime o Enem desde 2009 provocou insegurança com relação à realização da prova, uma operação que envolve complexidade de segurança e de logística. O cronograma prevê que a impressão das provas seja realizada até maio. No ano passado, foram impressas 11 milhões de provas. O anúncio surge em meio a uma crise que envolve demissões e disputas dentro da pasta comandada pelo ministro Ricardo Vélez Rodriguez. O Inep segue sem presidente desde semana passada, quando Marcus Vinicius Rodrigues foi demitido após polêmica com a avaliação de alfabetização. O diretor da avaliação da Educação Básica do órgão, Paulo Teixeira, se desligou em solidariedade ao demitido. Essa é a diretoria que cuida do Enem.

Foto: reprodução

Secretaria de Educação emite nota sobre o possível atentado a escola CMEAS,

''Em decorrência da veiculação de um possível atentado à Escola Centro Municipal de Educação Agamenon Santana-CMEAS, a Secretaria Municipal de Educação vem a público esclarecer os fatos, que não passaram de uma brincadeira de muito mal gosto, a qual, quando de conhecimento da Diretora da unidade escolar, esta, nos comunicou, e prontamente a secretaria tomou  todas as medidas necessárias para identificar os responsáveis e resolver a situação. Sendo assim, após uma reunião nesta manhã de terça-feira, na Unidade Escolar, com as turmas dos componentes do grupo, tomamos o conhecimento que após a criação do grupo de Whatsapp ontem a noite, alguns alunos foram adicionados bem como um link também foi criado, estes em sua maioria quando viam o teor da conversa logo saíram. De mão dos prints de toda a conversa do grupo, foi possível identificar os criadores e administradores do grupo, os quais após uma conversa, na qual os mesmos disseram não passar de uma brincadeira, foram convocados juntamente com seus pais e responsáveis para uma reunião amanhã na secretaria, buscando alertar os mesmos sobre a preocupação, principalmente no momento atual em que vivemos, da problemática e perigo dos jovens em redes sociais. Ressaltamos que todos os envolvidos se mostraram arrependidos pelo ato, demonstrando assim que não são alunos de má índole. No mais, tranquilizamos todos os pais e familiares dos alunos do CMEAS e demais unidades escolares municipais, informando que toda a situação já foi resolvida hoje mesmo na própria escola, bem como com reunião marcada pra essa quarta-feira com os pais e alunos envolvidos, não cabendo até o momento outras medidas''.

Secretaria Municipal de Educação.

Foto: reprodução / WhatsApp

Prints do possível atentado circulam nas redes sociais e deixam pais e alunos com medo. Segundo as mensagens, alguns alunos estariam se organizando para realizar o atentado na escola CMEAS. Nas mensagens um deles fala em conseguir armas e bombas caseiras que daria para derrubar um muro.  Diante das ameaças alguns alunos preferiram não ir a escola. Recentemente o Brasil parou diante do atentado que aconteceu em uma escola na grande São Paulo, onde dois adolescentes invadiram o colégio em Suzano atirando e matou várias pessoas.  Professores e membros da secretaria acreditam que tudo não passa de uma brincadeira ou pegadinha de 1º de abril. 

Foto: reprodução

Por Varela Notícias, 

O anúncio de falência da gráfica que imprime as provas do Enem desde 2009, coloca em risco a realização do exame neste ano. O Enem ocorre em novembro e, mas para cumprir o cronograma, o prazo máximo para a impressão das provas é o mês de maio. O trabalho realizado para o Enem precisa de uma gráfica específica, já que a operação demanda um forte sistema de segurança e tem entraves logísticos. Colabora para a insegurança a falta de liderança atual dentro do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), responsável pelo exame. Na semana passada, o presidente do instituto, Marcus Vinicius Rodrigues, foi demitido pelo ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez. Já o chefe da da diretoria de avaliação da Educação Básica dentro do Inep, Paulo Teixeira, pediu demissão em solidariedade ao demitido. Essa é a diretoria que cuida do Enem. O Inep não se manifestou até a publicação deste texto sobre a falência da gráfica, revelada pelo jornal “O Estado de S. Paulo”. Segundo a o jornal Folha de São Paulo, servidores e ex-funcionários do instituto falaram que há uma grande preocupação com as indefinições e com a ausência de uma pessoa capaz de liderar a operação. Em 2018, o Enem recebeu 5,5 milhões de inscrições. No total, foram impressas 11 milhões de provas. O resultado é a porta de entrada para praticamente todas as universidades do país. Com contrato que dura até este ano, a gráfica que atualmente é a responsável pelo exame, RR Donnelley, assumiu a confecção das provas em 2009, depois houve um vazamento do conteúdo naquele mesmo ano. O sistema de segurança e logística foi aprimorado ao longo dos anos, ao mesmo tempo em que órgãos de controle cobravam a realização de licitação para o serviço. A ideia dentro do Inep era publicar um novo pregão neste ano, mas a medida não andou. Há um processo de licitação envolvendo outras avaliações educacionais, como o Saeb, que também segue parado —este por causa de questionamentos de empresas concorrentes. Segundo o presidente da Abigraf (Associação Brasileira da Indústria Gráfica), João Scortecci, a RR Donnelley não é a única empresa capaz de atender às demandas do Inep, mas o número de companhias aptas não passa de cinco no Brasil. “Imprimir é fácil, o difícil é a logística. Exige segurança, fiscalização e muito bom senso”, diz Scortecci. Além da impressão das provas, ocorre na gráfica toda a organização das provas antes do envio para os locais de prova, como a separação das malotes por cidade. A Polícia Federal ainda faz com antecedência uma vistoria no local para garantir a segurança do processo. O pedido de falência da RR Donnelley foi protocolado no domingo (31) na 1ª Vara Cível de Osasco. Em comunicado, a empresa afirma que “entre os fatores que levaram o grupo a tomar esta medida estão as atuais condições de mercado na indústria gráfica e editorial tradicional, que estão difíceis em toda parte, mas especialmente no Brasil”. Diz ainda que recentemente perdeu um de seus principais clientes e registrou uma drástica redução no volume de trabalho contratado. De acordo com a nota, a empresa entrará em contato com o sindicato e avaliará a possibilidade de rescindir os contratos de trabalho nos próximos dias, o que permitirá aos funcionários ter acesso aos valores do FGTS e ao seguro-desemprego.

Foto: Se liga Brumado

A Padaria União Santos fica localizada na Av. Otávio Mangabeira, no bairro Nobre, próxima à escola Nossa Senhora de Fátima e oferece as melhores tortas doces e salgadas, salgados diversos, pães, bolos e muito mais com sabores incomparáveis. A empresa aceita encomendas para qualquer tipo de evento e dispõe de uma linha especial de Tortas doces, feitas com os melhores ingredientes e com muito capricho por quem realmente entende do assunto. Façam já os seus pedidos para aniversários, casamentos e confraternizações. Maiores informações 77 3441-3642.

Foto: Destaque Bahia

Por Destaque Bahia, 

O projeto de Lei de autoria da vereadora Ilka Abreu, que solicita construção de monumento em alusão ao candomblé em Brumado foi considerado inconstitucional pela assessoria jurídica da Câmara de Vereadores de Brumado e acabou saindo de pauta na manhã desta sexta-feira (29). A posição foi dada pelo presidente Léo Vasconcelos, o qual apresentou os motivos.  De acordo com Léo Vasconcelos, a vereadora Ilka Abreu, mesmo tendo um assessor que é advogado e ainda tendo à sua disposição a assessoria jurídica da Câmara, não houve uma consulta para ter um parecer. "Não estou aqui entrando no mérito da religião, mas sim a questão jurídica. A área apontada como o local a ser construído o monumento não pertence ao município e, sim, ao Estado. E tem mais, o projeto contém apenas 'três paragráfo', não apresenta o nome da entidade beneficiada, cnp e outros documentos necessários para que pudéssemos dar continuidade ao projeto [...]" disse o vereador.  O projeto foi arquivado e, Para isso, teve o apoio de todos os vereadores, após a explanação sobre o parecer jurídico.  

Foto: Corpo de Bombeiros de Minas Gerais

Por Varela Notícias, 

A barragem B3/B4, da Mina Mar Azul, localizada em Macacos, e as barragens Forquilhas I e III, na cidade de Ouro Preto, passaram a ser consideradas de grande risco na noite desta quarta-feira (27). A Agência Nacional de Mineração (ANM) orientou para que o nível de segurança fosse alterado do nível 2 para o nível 3 que, segundo a agência, significa “rompimento ou risco eminente de romper”. As sirenes foram acionadas no entorno da Mina Mar Azul, que pertence a Vale e fica localizada no distrito de Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte. Cerca de 250 pessoas que viviam nessa área já haviam sido realocadas de suas casas desde o dia 16 de fevereiro. Como não houve rompimento, não haverá retirada de mais moradores. Em Ouro Preto as sirenes também foram acionadas. O alerta faz parte do Plano de Ação de Emergência de Barragens de Mineração (PAEBM). Os habitantes dessa região estão fora de suas residências desde o dia 20 de fevereiro. Não serão necessárias novas retiradas. De acordo com a Defesa Civil, cinco mil habitantes de regiões próximas a Mina Mar Azul receberão treinamento nos próximos dias. São aproximadamente 2.900 moradores no distrito de Honório Bicalho e 2.300 moradores na cidade de Raposos, também localizada na Região Metropolitana. Os moradores de Itabirito, cidade vizinha a Ouro Preto, também serão treinados. Nessas localidades a lama levaria cerca de uma hora e meia para chegar. A Defesa Civil afirma que as estruturas com maior risco são monitoradas durante 24 horas. A barragem B3/B4 possui aproximadamente três milhões de m³ de rejeitos e tem a mesma estrutura das barragens de Brumadinho e Mariana, a montante. As barragens Forquilhas I e III, na Mina Fábrica, foram construídas com a mesma estrutura, porém já estavam inoperantes.

Foto: Divulgação/Polícia Cívil

Uma operação da Polícia Civil deflagrada na tarde desta quinta-feira, 28, resultou na detenção de 5 pessoas, apreensão de aproximadamente 8kg de maconha, bem como de uma balança de precisão, R$ 810,00 (Oitocentos e Dez Reais) em dinheiro, caderneta de anotações da contabilidade do tráfico, sacos plásticos para acondicionamento da droga, uma arma de fogo tipo espingarda e munições de vários calibres. 

Após investigações, a Polícia Civil chegou até a pessoa de José Aparecido Amaral, vulgo "Zezito", de 47 anos, o qual confessou que era o proprietário da droga encontrada em sua residência, mais precisamente no interior de um cofre.

Foram cumpridas buscas em sua residência no Bairro Malhada Branca e em seu sítio situado em Correias, zona rural de Brumado.

Todos os conduzidos e os objetos apreendidos na operação foram apresentados ao Delegado Rafael Araújo, na Delegacia de Polícia Civil, o qual deverá instaurar inquérito policial e adotar as providências que o caso requer.

Foto e informações: ASCOM Prefeitura Municipal

Por ASCOM Prefeitura Municipal,

Dando sequência ao seu planejamento de expansão e melhoria contínua dos serviços no Hospital Municipal de Brumado, a administração municipal, por meio da Secretaria Municipal de Saúde já está realizando atendimento com um novo equipamento de ultrassonografia, o que proporciona uma melhoria substancial para os pacientes. O aparelho é dos mais modernos do mercado, proporcionando assim uma imagem de ótima resolução, com precisão tridimensional 4D, o que oferece maior segurança para o médico na exatidão no diagnóstico. O paciente, inclusive, pode acompanhar o exame através do equipamento e ainda obter informações importantes. A média de atendimento mensal é de 700 exames, os quais, agora, terão uma qualidade muito maior. "Temos conseguido reduzir o tempo na realização dos procedimentos, além de atender as demandas da emergência e urgência”, acentuou o secretário Claudio Feres. 

Foto: Reprodução / Marcello Casal Jr / Agência Brasil

por Lucas Arraz,

Não é de hoje que se discute na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) a redução ou até mesmo a proibição da fabricação e venda de copos plásticos descartáveis no estado. O exemplo da Casa Legislativa, entretanto, não parece ter conformidade com o discurso.  Apesar de projetos e campanhas contra o uso serem comuns, nos últimos três anos, o Legislativo estadual autorizou seis licitações para compra de copos descartáveis para água (200ml) e para café (80ml) no valor de R$ 155 mil.  Se considerarmos o preço de varejo de R$ 4,75 para a compra de um pacote de 100 unidades de copos para água, os deputados autorizaram, entre 2016 e 2018, a compra de 3,2 milhões de copos plásticos para o uso da Assembléia. 

Foto: reprodução

A tradicional e tão esperada Cavalgada da Associação do Campo Seco I acontece neste domingo (31) e promete ser uma das maiores que a comunidade já recebeu. Cavaleiros, grupos de montarias e comitivas de toda região estão se preparando para curtirem este grande evento. O evento é realizado pela Associação de Moradores e a renda será destinada para a construção da sede da comunidade. Os serviços de comida - churrasco, sarapatel e caldo - serão inclusos no valor do ingresso que custa R$ 25,00. Os cantores Thalys e Cigano Cantador animarão o evento que promete ser histórico. 

Foto: Divulgação

O Enem será aplicado nos dias 3 e 10 de novembro. No primeiro dia de prova, os participantes responderão a questões de linguagens e ciências humanas e farão a prova de redação. Para isso, terão 5h30. No segundo dia, os estudantes terão 5h para resolver as provas de ciências da natureza e matemática. Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados no Portal do Inep e no aplicativo oficial do Enem até o dia 13 de novembro. O resultado será divulgado, conforme o edital, em data a ser divulgada posteriormente. As notas do Enem podem ser usadas para ingressar em instituição pública pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para obter bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superio pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Páginas