Foto: reprodução

O número de mortes causadas pelo vírus H1N1 subiu para 26 na Bahia, de acordo com informações da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), divulgadas nesta quarta-feira (20). Os dados se referem até o dia 16 de junho. São 4 mortes a mais do que no último boletim, com dados referentes até o dia 9 de junho, que registrava 22 mortes (lembre aqui). Ainda de acordo com os dados apresentados pelo boletim, o número de casos confirmados de H1N1 no estado passou de 181 para 199. Até o dia 16 de junho, foram notificados 1.297 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com 103 óbitos. Entre os casos, 261 foram confirmados pela influenza. No mesmo período no ano passado, foram registrados 353 casos e 33 óbitos de SRAG. De acordo com o G1, até 16 de junho, os casos confirmados de H1N1 ocorreram em 50 municípios, sendo que 14 deles registraram óbitos: Salvador (13); Apuarema (1); Camaçari (1); Feira de Santana (1); Irará (1); Juazeiro (1); Lauro de Freitas (1); Monte Santo (1); Retirolândia (1); Saúde (1); Sapeaçu (1); Serrinha (1); Uruçuca (1) e Vitória da Conquista (1). Maiores de 60 anos e menores de cinco anos estão dentro da faixa etária de maior ocorrência, sendo que 61,53% dos óbitos ocorreram nesses grupos. A vacinação contra a gripe foi prorrogada, em todo o país, até a sexta-feira (22). Até esta terça-feira (19), apenas 72% do público-alvo foi vacinado. A meta do Ministério da Saúde é 90%. As informações são do Bahia notícias.

O concurso da Polícia Civil da Bahia (PC-BA), que apresentou diversas suspeitas de irregularidades, segue na mira do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA). Na segunda-feira (18), o promotor Adriano Marcus Brito de Assis fez recomendações ao secretário de Administração do Estado, Edelvino Góes, e ao delegado geral da Polícia Civil da Bahia, Bernardino Brito Filho. O Ministério Público já investigava o certame por denúncias de fraude. Agora, diversos candidatos enviaram representações ao órgão questionando a conduta da Vestibular da Universidade Estadual Paulista (Vunesp) em atribuir peso às questões. O edital de abertura dá a entender que a prova objetiva valeria 100 pontos no total, já considerando tanto as questões de conhecimentos gerais quanto específicos. Além disso, foi estabelecido que, para ser considerado aprovado nesta etapa, era necessário alcançar 70 pontos. O entendimento principal é que era preciso acertar 70 das 100 questões da prova, mas os candidatos foram surpreendidos com o resultado preliminar da prova, divulgado em 25 de maio, no site da Vunesp, quando a avaliação totalizou 200 pontos. Assim, as 30 questões de Conhecimentos Gerais totalizaram peso de 3,33 pontos cada uma. Enquanto as 70 questões de Conhecimentos Específicos registraram peso de 1,43 por questão. Diante da situação, o promotor indicou que o titular da Saeb e o delegado geral “se abstenham de praticar qualquer outro ato de prosseguimento do aludido certame seletivo”, realizado pela Fundação para o Vunesp. Além disso, Adriano Brito sugeriu que “anulem a correção das provas objetivas, refazendo-a segundo o molde “previsto no edital e adotado ordinariamente pelo Estado da Bahia em outros concursos públicos, qual seja, de correção das provas de conhecimentos gerais e de conhecimentos específicos mediante a aplicação de 100 (cem) pontos para o total das 100 (cem) questões aplicadas nos exames”. 

Foto: Se Liga Brumado

O governador Rui Costa (PT) havia dito, no último dia 12, que anunciaria a composição da sua chapa em busca da reeleição até esta terça (19). No entanto, o chefe do Executivo decidiu adiar o anúncio a pedido de aliados. "Nós já temos a composição a composição da chapa, mas alguns partidos pediram para conversar comigo antes do anúncio. Em respeito a eles, vou conversar com eles, alinhar o encaminhamento e ouvir o que eles têm a dizer", disse Rui durante lançamento do Plano Safra da Agricultura Familiar 2018/2019 no Parque de Exposições, em Salvador, nesta segunda (18). A composição da chapa majoritária terá o próprio governador buscando a reeleição, o vice-governador João Leão (PP) também concorrendo à reeleição, e o ex-governador Jaques Wagner (PT) e o deputado estadual Angelo Coronel (PSD) como pré-candidatos ao Senado. O que ainda não foi resolvida é a composição das suplências do Senado no grupo. Para as vagas de Coronel e Wagner, há pleitos de partidos como PDT, PCdoB, PR e PSB. A formação deixa de fora a senadora Lídice da Mata (PSB), que pleiteava uma vaga na chapa para buscar sua reeleição.

Foto e informações: ASCOM / Prefeitura de Brumado

No último final de semana, dias 09 e 10, foi realizado o III Jogos de Inverno da Cidade de Itarantim-BA. Campeonato já tradicional, contou com a participação de diversas seleções de voleibol da região, incluindo a renovada Seleção Brumadense, que hoje mescla a experiência de seus antigos jogadores com a força e sede de vitória dos mais novos atletas que vem se formando em nossa cidade. O torneio teve um alto nível de competição e, mostrou que, com o desempenho demonstrado pela seleção brumadense, é possível sonhar e alcançar objetivos, já que mostrou capacidade e força de vontade necessária para o caminho do sucesso. 

Foto: Se Liga Brumado

Em função do período de festas juninas e do início da Copa do Mundo Fifa 2018, a Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) lança a campanha ‘Doadores Hemoba – Façam parte da nossa seleção`. O objetivo é mobilizar os doadores para reestabelecer os estoques de sangue da fundação e garantir o atendimento regular das ocorrências comuns durante este período. O mês de junho reúne diversos fatores que aumentam a preocupação com os estoques de sangue da Hemoba. Festejos típicos de São João, cultura de fogos de artifício e o início do Mundial de Futebol são elementos que geram eventos e intensa movimentação nas cidades e nas rodovias do estado. Como consequência, é esperado um possível aumento de registros de acidentes automobilísticos e com queimados, endossando a necessidade de transfusões sanguíneas. Alinhado a isso, desde abril, a fundação observa uma redução de 30% a 50% no número de candidatos à doação. Embora tenha adotado diversas estratégias de captação de voluntários, a instituição permanece com estoques críticos. A baixa nos estoques se dá pela menor incidência de candidatos em períodos chuvosos e pelas baixas temperaturas, situação que se repete a cada ano. Com o lançamento da campanha, a Hemoba convoca a população para vestir a camisa da solidariedade e entrar em campo doando sangue. As doações irão contribuir para fornecimento efetivo de hemocomponetes para centenas de unidades de saúde dos 417 municípios da Bahia.

Páginas