Foto: reprodução

A Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) firmou um acordo de cooperação internacional com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), dos Estados Unidos, com o objetivo de investigar os casos da doença desconhecida que deixa a urina escura. "A ideia é que essa equipe permaneça em Salvador, avaliando os casos, os pacientes e as evidências que coletamos junto ao Laboratório Central do Estado. Para que dessa forma possamos agilizar o processo de diagnóstico, utilizando toda a tecnologia utilizada pelo maior centro de investigação de doenças do mundo, que é o CDC americano", explicou o secretário Fábio Vilas-Boas ao G1. Entre 14 de dezembro de 2016 e 24 de janeiro deste ano foram registrados 64 casos na Bahia. Duas pessoas morreram com suspeita da doença. "É preciso coletar maior número de informações, fazer protocolo pareando casos e controles e assim buscar uma linha que possa afunilar o processo de investigação", completou. 

Foto: Claudionor Junior

Começam na próxima segunda-feira (6) as aulas na rede estadual de ensino. Ainda continuam abertas as matrículas para os estudantes que perderam o prazo, conforme calendário oficial da Secretaria. Estes alunos devem se dirigir, pessoalmente, às escolas para verificar a disponibilidade de vagas onde desejam estudar. 

Fotos: Divulgação

A Jornada Pedagógica, foi iniciada na quarta-feira (1º) e que segue até sexta-feira (3), está mobilizando as escolas estaduais da capital e do interior. O objetivo é planejar o ano letivo de 2017 e construir o Projeto Político Pedagógico das unidades escolares, com o envolvimento de professores, gestores, estudantes, familiares e representantes da comunidade do entorno. A jornada acontece, simultaneamente, nas escolas da rede estadual de ensino e tem como tema “Escola e Comunidade para Educar e Transformar”. “Estamos planejando junto com os pais e responsáveis e com os líderes de casse várias estratégias, para promover e manter a presença das famílias na escola. Uma ideia é lançar um projeto para fomentar atividades lúdicas, esportivas e brincadeiras para esta integração”, afirmou um dos professores.

Fotos: Mateus Pereira/GOV-BA

Uma nova etapa de vida começa para 11.748 mil estudantes de toda a Bahia. Eles foram classificados no Sorteio Eletrônico da Educação Profissional para 33 cursos técnicos de nível médio oferecidos em Salvador, região metropolitana e 57 municípios baianos, nos 27 Territórios de Identidade do estado. A matrícula para os candidatos contemplados começou nesta quarta (1º) e segue até sexta-feira (3), nos Centros Estaduais e Territoriais de Educação Profissional e seus anexos. De acordo com o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, com os novos matriculados, a expectativa é que o número de estudantes inscritos na Educação Profissional no estado chegue a mais de 70 mil. “Estamos fazendo um esforço para aumentar a capacidade das escolas em ofertar condições para o encontro vocacional, ou seja, a permanência desses alunos nessas áreas. Outro objetivo é que eles possam concluir essa formação num tempo mais reduzido e dar outros passos”, afirma Pinheiro.  A diretora do Centro Estadual de Educação da Bahia, Salomé Brito, destaca que os cursos oferecidos abrangem diferentes áreas do conhecimento. “Oferecemos cursos técnicos em alimentos, nutrição dietética, cozinha, guia de turismo e panificação. Aqueles que foram selecionados pelo sorteio precisam se dirigir aos centros de educação profissional para os quais se registraram com cópias e originais do CPF, histórico escolar, carteira de identidade e comprovante de residência”.  A faixa etária dos alunos varia, mas o desejo para o futuro é o mesmo: uma vida melhor. Das vagas ofertadas, 9.288 são para o interior do estado e 2.460 mil para a Região Metropolitana de Salvador (RMS), divididas nas modalidades de Educação de Jovens e Adultos (Proeja) e Médio Subsequente (Prosub). A primeira é direcionada para jovens e trabalhadores que têm 18 anos ou mais e já concluíram o ensino fundamental. A segunda, para aqueles que já concluíram o ensino médio e desejam fazer um curso técnico. O início das aulas está previsto para a próxima segunda (6).

Foto: reprodução

O Ministério da Saúde (MS) comunicou que até o final da manhã da segunda-feira (30) 568 casos suspeitos de febre amarela foram notificados no Brasil. De acordo com o levantamento divulgado pela pasta, 107 desses casos foram confirmados, enquanto 430 ainda estão sendo investigados e outros 31 acabaram sendo descartados. O estado de Minas Gerais segue com o maior número de pacientes com sintomas da síndrome (509). O Espírito Santo foi o segundo estado mais afetado, com 37 casos suspeitos e cinco confirmações. Vale ressaltar que a primeira morte no estado foi confirmada nesta segunda e morava na cidade de Ibatiba. A Bahia registrou sete ocorrências, sendo que seis deles ainda aguardam uma possível confirmação e um deles já foi descartado. O estado não apresentou nenhuma morte pela doença. Ainda de acordo com o Ministério, São Paulo teve três mortes confirmadas, enquanto as ocorrências registradas no Distrito Federal e em Goiás acabaram sendo descartados.

Páginas