Foto: Ascom - Ibametro

O Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro), órgão delegado do Inmetro na Bahia e autarquia da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), realiza no período de 04 a 13 de abril a Operação Páscoa. O alvo são os produtos que compõem o cardápio da Semana Santa, tais como ovos de chocolate e pescados. O objetivo é verificar se eles estão sendo comercializados com a pesagem correta. O conteúdo do produto deve pesar exatamente o que está informado na embalagem, evitando prejuízos ao consumidor. Durante a fiscalização, técnicos do órgão visitam estabelecimentos comerciais, como supermercados, mercados de bairro e padarias, para coletar os itens, incluindo ainda bombons e colombas pascais, com a finalidade de análise em laboratório do órgão, na Pituba. O diretor-geral do Ibametro, Randerson Leal, alerta a população sobre os pescados, um item que apresentou o alto índice de reprovação de 60% na operação de 2016. “Todas as empresas foram autuadas. As multas para esse tipo de infração variam conforme o porte do estabelecimento e outros fatores, podendo chegar a um milhão e meio”, informa. A coordenadora de fiscalização do setor de pré-medidos, Cíntia Lé, explica que a verificação de pescados congelados é feita utilizando uma técnica de desglaciamento do peixe. “Algumas pessoas pensam que, para verificar os pescados, basta descongelar o peixe, pondo-o no micro-ondas, mas na verdade esse exame laboratorial exige procedimentos específicos”, afirma. Brinquedos podem conter riscos - Com relação aos ovos da páscoa, a fiscalização é redobrada. Além de verificar o peso do produto, os técnicos checam se àqueles que trazem brinquedos de brinde ostentam, na embalagem, a seguinte frase “Atenção: contém brinquedo certificado no âmbito do SABC”. SABC é o Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade. Deve-se ainda adicionar uma frase que contemple, conforme o caso, a restrição de faixa etária do brinquedo ou uma frase que explique que o brinquedo não possui restrição de faixa etária. A certificação atesta que os brinquedos passaram por inspeção do Inmetro quanto às suas características construtivas (partes cortantes e pontas perfurantes), o nível de inflamabilidade, o índice de toxicidade do material e das tintas usadas na fabricação dos produtos. O objetivo é coibir a venda de itens irregulares, e até mesmo perigosos para as crianças. Os estabelecimentos em que forem encontradas irregularidades, bem como os fabricantes dos produtos, terão até dez dias para apresentar defesa ao Ibametro. Os consumidores podem apresentar denúncias por meio da Ouvidoria do Ibametro pelo telefone 0800-071-1888.

Foto: reprodução

Os servidores públicos estaduais da saúde realizam nesta quinta-feira (6) uma paralisação de advertência. De acordo com o Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed), o ato é uma preparação para uma greve geral, caso o governo não negocie a pauta geral de reivindicações: piso Fenam para médicos, reajuste retroativo das perdas inflacionárias 2015/2016, liberação de extensão de carga horária, regulamentação do adicional noturno, retomada da mesa de negociação setorial, realização de Concurso Público e destravamento do PCCV. O Sindimed orientou que as consultas, procedimentos e cirurgias eletivas sejam suspensos e remarcados para outra data. Já os casos de urgência e emergência devem ser atendidos. A adesão dos médicos ao movimento foi definida em assembleia no último dia 14, quando foi elaborada uma pauta de reivindicações específica da categoria para se somar a pauta geral dos servidores. As informações são do Bahia Noticias.

Foto: reprodução

Mais 106 municípios baianos tiveram situação de emergência reconhecida pelo governo federal devido à falta de chuvas no estado. O decreto de reconhecimento foi publicado hoje (31) no Diário Oficial da União pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, do Ministério da Integração Nacional. Com a inclusão de 106 cidades, o número de municípios baianos nessa situação subiu para 314. Com o reconhecimento da situação de emergência, os gestores podem solicitar apoio do governo federal para “ações de socorro, assistência à população e restabelecimento de serviços essenciais”. Além disso, os municípios terão direito a outros benefícios, como a renegociação de dívidas no setor de agricultura – para a retomada de atividades econômicas nas regiões afetadas pela seca – e poderão receber o serviço de fornecimento de água potável, pela Operação Carro-Pipa Federal. Entre os municípios que tiveram a situação de emergência reconhecida pelo governo federal está Paramirim, no sudoeste da Bahia. O prefeito da cidade, Gilberto Brito, comemorou o reconhecimento, já que a região passa por uma estiagem “totalmente agressiva”. “Nós temos aqui a Barragem do Zabumbão, e em março de 2016 estava com potencial de 45 milhões de metros cúbicos de água. Mas em março deste ano, esse potencial chegou somente a 22 milhões. Nossa esperança é a chuva, que pode aumentar um pouco o nível, mas mesmo assim não será suficiente porque o período chuvoso na nossa região é no verão.” Após a publicação do reconhecimento da situação de emergência no Diário Oficial da União, a medida vale por 180 dias.

Foto: reprodução / Facebook

O Instituo Brasileiro de Integração - Cultura e Cidadania no âmbito de suas atividades em 2017 realizará a mostra ''Brasil Junino'', um projeto na qual apresentará as Festividades Juninas Brasileiras, que contará com uma série de quatro eventos na Europa, no periodo de 07 de abril a 28 de maio, percorrendo as cidades de Lisboa, Madri, Roma e Paris. A Quadrilha Junina Busca-Pé da cidade de Caculé foi convidada para participar do evento. Em sua rede social, uma das representantes da Quadrilha escreveu; ''É com muita gratidão ao nosso Senhor, com muita emoção e humildade no coração que compartilho com vocês mais um sonho de Deus para nossa Família Buscape Cacule. Em meio as dificuldades, lágrimas e alegrias nunca deixamos de sonhar, só não imaginávamos que chegaríamos tão longe, mas Deus sempre vai nos mostrando que aquilo que Ele prepara para seus filhos vai muito além. Esse ano completamos 15 anos de uma caminhada linda, onde podia faltar tudo, mas nunca faltou a fé e amor, esses sim são essenciais para que tudo dê certo. Começamos ali, no Bairro Lagoa das Pedras com a maior humildade do mundo, para ajudar na construção de um quartinho na Igreja Nossa Senhora das Dores e, ela nunca nos desamparou. E daí não paramos mais. Fomos crescendo, aprendendo, evoluindo nas coreografias, nos figurinos, fazendo viagens lindas, recebendo convites que surpreendiam a nós mesmos, mas a humildade nunca deixamos no meio do caminho. E Deus vai sempre nos mostrando que podemos ir cada vez mais longe, que podemos voar, que podemos mostrar nossa cultura para outros países, que podemos tudo quando se tem amor, fé, esperança, humildade, simplicidade e bondade no coração. É isso! Agora é ROMA e PARIS. Cada um de nós temos nosso próprio tempo, então, obrigada meu Deus, por ter nos escolhido para esse momento'' finalizou. 

Foto: Reprodução / TV Bahia

As vendas de carnes na Bahia sofreram queda de até 25% após a deflagração da operação Carne Fraca, da Polícia Federal. Por conta da repercussão negativa da ação, a Associação dos Distribuidores e Atacadistas do estado (Asdab) estima um aumento de demissões no setor. Por outro lado, o preço deve cair com maior demanda de produtos no mercado, estima o presidente da Associação, Antônio Cabral. Conforme o G1, mesmo com promoções que chegam a 30% as vendas nos supermercados despencaram nos últimos dias. O parque industrial baiano, registrado no Serviço de Inspeção Estadual (SIE), comporta 238 indústrias, sendo 38 matadouros frigoríficos (bovinos, suínos, caprinos, ovinos e aves), 141 laticínios, 23 de produtos cárneos, 11 de pescado, 13 de ovos e 12 de mel. Para acalmar a população, a Secretaria de Agricultura do Estado (Seagri) afirmou que as carnes que vem de outros estados são fiscalizadas pelo Ministério da Agricultura e que os produtos dos frigoríficos interditados pela Operação Carne Fraca não chegam à Bahia.

Páginas