Foto: Se Liga Brumado

Os estudantes da rede estadual estão em ritmo de despedida do ano letivo 2016. Para os que forem aprovados direto, o último dia de aulas será nesta quinta-feira (22/12). Para os que vão fazer recuperação, o tempo de permanência na unidade se estenderá até 29 de dezembro, sendo que no dia 30 será divulgado o resultado final. Entre os alunos, o clima é de alegria por mais uma etapa cumprida e pelo novo ciclo que se abre com a chegada do Ano Novo. Enquanto estão nas escolas, os estudantes devem aproveitar até o dia 30 de dezembro para renovar a matrícula nas unidades escolares onde estudam. A matrícula deve ser feita presencialmente nas escolas ou pela internet. Para os alunos que irão mudar de escola e alunos novos a matrícula será de 24 a 31 de janeiro. Para mais informações acesse o Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br/matricula).

Foto: Rita Barreto / Secretaria de Turismo da Bahia

A crise econômica parece não ter afetado o turismo na mesma proporção que outros setores da economia brasileira. O Ministério do Turismo estima que as famílias brasileiras realizarão 73,4 milhões de viagens durante o verão, que começa nesta quarta-feira (21) e se estende até fevereiro de 2017. Se alcançado, o número representará um incremento de 0,8% em comparação com o último período, quando foram registradas 72 milhões de viagens. De acordo com a Agência Brasil, a expectativa é que esses turistas movimentem  R$ 100 bilhões. O otimismo do ministério é ainda maior em relação à vinda de estrangeiros ao país. Espera-se que 2,4 milhões de turistas de outros países desembarquem nos principais destinos nacionais, um incremento de 11% quando comparado com o último verão. Considerando que cada turista estrangeiro gasta, em média, US$ 1,1 mil, o gasto global pode chegar a US$ 2,6 bilhões (R$ 8,7 bi pelo câmbio desta quarta-feira). A maior parte desses turistas vem de países vizinhos, especialmente, a Argentina. Segundo o ministro Marx Beltrão, o turismo caminha na contramão da crise e já responde por pouco mais de 3.5% do Produto Interno Bruto (PIB – a soma dos valores de todos os bens e serviços produzidos no país) brasileiro. “Mesmo em um momento de crise, o turismo está avançando”, disse Beltrão durante a divulgação do estudo encomendado à Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). Com informações do Bahia Notícias.
 

Foto: Fernando Duarte / Bahia Notícias

por Fernando Duarte / Guilherme Ferreira,

O governador Rui Costa espera que a economia volte a crescer no próximo ano para permitir um reajuste salarial para os servidores do estado. Este ano, o governo não concedeu reajuste e é possível que a situação se repita em 2017. "Se a economia não melhorar, não tenho como dar aumento aos servidores em 2017", afirmou Rui durante entrevista coletiva nesta terça-feira (20). O último reajuste para a categoria aconteceu em abril de 2015 (veja mais). Durante a entrevista, o governador também sugeriu um "pacto de governança" com o objetivo de pacificar a situação política recuperar a economia no Brasil. "Enquanto não pacificar a crise política e institucional, o país não voltará a crescer. Economia vive de expectativas e não tem lugar no mundo em que a economia tem crescido com crise. Na ditadura o país cresceu, mas tinha estabilidade política, mesmo que na ditadura. Com instabilidade, ou de guerra ou de crise política, não tem país no mundo que consiga crescer sua economia", avaliou.
 

Foto: Divulgação/ Laserchip

As empresas baianas criadas em 2017 terão que obrigatoriamente emitir a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e). A medida integra nova fase do cronograma de implantação da modalidade que começa a vigorar a partir de janeiro. Apenas as novas microempresas ficam excluídas da obrigatoriedade, pois só passam a ter que emitir a NFC-e a partir de 2020. Todos os estabelecimentos que já emitiram pelo menos uma NFC-e também passam a ter que aderir à nota eletrônica a partir de janeiro. Os 5.887 estabelecimentos de todos os portes inscritos na NFC-e no Estado já emitiram 66,3 milhões de notas ate agora. “Estamos trilhando o caminho da simplificação, o que trará benefícios tanto para o contribuinte quanto para o consumidor final”, afirma o secretário estadual da Fazenda, Manoel Vitório. Entre os contribuintes que já emitem a NFC-e na Bahia estão várias grandes empresas e postos de combustível. A inscrição pode ser feita pelo site www.sefaz.ba.gov.br, clicando na “Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica” e na sequência, “Como se tornar emissor de NFC-e”. As empresas que estão fora do calendário de obrigatoriedade já podem aderir espontaneamente à NFC-e. Entre as vantagens da emissão da NFC-e está a redução de custos com a substituição do Emissor de Cupom Fiscal (ECF), que chega a custar R$ 2 mil a unidade, por um software que permite o uso de impressora não fiscal. A modalidade oferece também a possibilidade de transmissão em tempo real ou on-line das notas; de importação do arquivo da nota no sistema de escrituração fisco-contábil, o que elimina erros de digitação; e a redução dos gastos com papel.
 

Foto: Divulgação

O evento acontecerá neste domingo, dia 17 de dezembro, a partir das 21 horas, em Itaquarai. A noite será comandada ao som de Robério Rocha e do Cigano Cantador, Iago Santana. O ingresso custa R$ 10,00 e serão vendidos na bilheteria do evento. Para maiores informações, entre em contato através do telefone; (77) 9.9997-6543.

Páginas