Brumado: Acusado de matar Neander Amaral é condenado a 15 anos de prisão

Brumado: Acusado de matar Neander Amaral é condenado a 15 anos de prisão
Foto: reprodução / Google

Por Janine Andrade | Agora Sudoeste,

Foi realizado na manhã de terça-feira (08), presidido pelo Juiz Genivaldo Alves Guimarães, júri popular de Lucas Benevides Fonseca Oliveira, acusado do homicídio qualificado de Neander Carlos do Amaral Silva. Consta nos autos que na madrugada de 16 de setembro de 2016, por volta de 2h, o acusado, acompanhado da namorada, da cunhada e de um filho, chegou a Brumado conduzindo um veículo roubado em Vitória da Conquista. Este veículo, de acordo com a denúncia, seria entregue a um receptador na Capital do Minério. Na mesma noite, o acusado, o filho e as duas mulheres foram para um bar na Avenida Centenário, onde a vítima teria “flertado” com a namorada do acusado. Durante o desentendimento, Lucas sacou uma pistola que estava na cintura e atirou emNeander, o qual tentou se esconder atrás de uma porta, mas foi novamente alvejado e morto. O acusado e as mulheres entraram no carro e fugiram para Caculé. Ao primeiro, segundo e terceiro quesitos os jurados responderam afirmativamente, reconhecendo a materialidade, o nexo causal e a  autoria. Ao quarto e quinto quesitos responderam negativamente, afastando as teses defensivas. Ao sexto e sétimo quesitos responderam afirmativamente, reconhecendo as qualificadoras relativas ao motivo fútil e ao recurso que dificultou ou tornou impossível a defesa da vítima. Diante dos fatos, Lucas foi condenado a  quinze anos de reclusão, em regime fechado.