Brumado completa hoje 140 anos de emancipação política, más tem pouco a que comemorar

Brumado completa hoje 140 anos de emancipação política, más tem pouco a que comemorar
Foto: Se Liga Brumado
Brumado completa hoje 140 anos de emancipação política, mais se formos parar e pensar na Brumado de hoje, temos muitos questionamentos, muitos deles sem resposta, outros nos trazem até ser indignação. Vamos comparar e ver que em seus 140 anos, nos temos realmente pouco o que comemorar.
É fato, verídico e comprovado, a chamada Capital do Minério, está quase que parada no tempo, mais do que isso, vê cidades ao seu redor, crescendo de forma gigante. Com números nas mãos, se fornos comparar, veremos o que foi citado tem bastante fundamento. A cidade vizinha da Caculé cresce tanto que, até votamos em deputado de lá, outra que cresce é Caetité, hoje polo econômico de comércio tão pujante, que até lojas de nossa cidade, se aventuram lá. Para não ter dúvidas nos dados, vamos comparar com Livramento de Nossa Senhora, a manga e o maracujá de lá, deu lugar também a um comércio forte, de vendas espetaculares. Hoje até festas de grande porte acontecem lá, e o brumadense vai em peso prestigiar. O questionamento é válido, pois só assim poderá acontecer mudanças. A população jamais irá esquecer também é da debandada de órgãos para cidades vizinhas, vitimada pela falta de representatividade política, este talvez seja também, o principal motivo pela desaceleração do crescimento. Se formos comparar o que temos ganhado do governo em relação a cidades como Caetité e Guanambi, estaríamos recebendo somente as migalhas. Talvez a grande obra dos últimos 10 anos tenho sido a construção do IFBA. Outra obra que orgulha é a barragem de Cristalândia, esta a resolução do problema hídrico da cidade. Brumado vive hoje de um passado rico, terra do melhor futsal da Bahia, tenta nos dias atuais de reerguer, tenta também seguir os passos do Flamengo de Guanambi, no futebol, time que chegou até a primeira divisão, quando nem time profissional temos ainda. O rio que tomávamos banho, hoje é um esgoto a céu aberto, boa maneira essa de receber quem chega à cidade via BA-262 hem?
A nossa Câmara de Vereadores, poucas realizações, tem feito, talvez até pela falta de cobranças de um povo que vive alheio aos acontecimentos políticos, ou que vota por conveniência.
E a comemoração que não temos?
Vemos ao nosso redor, varias cidades realizando grades eventos comemorativos com importantes obras sendo entregue a população, aqui, vivemos hoje, da esperança de um dia ver a UTI funcionar, de um dia a segunda parte da barragem sem concluída.
E para que as comemorações não passassem em Branco, obrigado prefeito por pintar os meios-fios de CAL.