Com apenas dois policiais e viatura quebrada a dois meses Barra da Estiva vive com violência diária

Com apenas dois policiais e viatura quebrada a dois meses Barra da Estiva vive com violência diária
Foto: Capital da Chapada

A cidade de Barra da Estiva nos últimos anos tem tido um aumento considerável no índice de violência, isso muito por conta da falta de investimentos na segurança pública. Segundo moradores da cidade que entraram em contato com nossa reportagem, a cidade hoje conta somente com dois policiais e a viatura da cidade está com o motor batido a dois meses. Na noite da última terça-feira a situação de calamidade ficou ainda mais evidente depois que um elemento armado invadiu a casa do professor no intuito de realizar um roubo de uma motocicleta, o que acabou de forma trágica já que Zé Márcio, como era conhecido, veio a óbito a caminho do hospital. A população ficou indignada com o ocorrido já que o professor era querido por todos. Além deste caso outros assaltos que acontecem diariamente foram relatados e o pedido e aumento no efetivo, já que a cidade de Barra da Estiva convive hoje com uma falta de segurança assustadora. Na cidade durante a manhã desta quinta-feira (08) uma passeata foi realizada com o pedido de paz e mais segurança.