Lula manda mensagem para baleados no acampamento: 'Estamos juntos'

Lula manda mensagem para baleados no acampamento: 'Estamos juntos'
Foto: reprodução

por Júlia Vigné,

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva escreveu uma mensagem de solidariedade aos familiares das vítimas do acampamento Marísia Letícia e Vigília Lula Livre, em que uma pessoa foi baleada e uma mulher grávida ficou ferida. Em uma carta assinada por ele e divulgada pela ex-presidente Dilma Rousseff em seu twitter, ele afirma que ficou "indignado" com os ataques e manda "um abraço de solidariedade" a todos que sofreram com a ação. "Eu também sofri", complementa. O ex-presidente atribui a ação a "forças que disseminam o ódio e a violência política em nosso país", afirmando que elas que prepararam o gatilho. "As mesmas que provocaram a morte de Marielle e Anderson. Tenho quase 50 anos de militância política e nunca vi nada semelhante ao que está acontecendo no Brasil desde que reconstruímos a democracia em 1988. (...) Fiquem sabendo que continuamos juntos, resistindo, porque estamos numa causa justa, pela democracia, pelos direitos do povo e por um país mais justo", escreveu Lula na carta assinada por ele. Um homem a pé fez disparos contra o acampamento por volta das 4h do último sábado (27). A grávida foi ferida por estilhaços no ombro.