Mais de 489 mil estudantes renovam a matrícula na rede estadual de ensino

Mais de 489 mil estudantes renovam a matrícula na rede estadual de ensino
Foto: reprodução

Mais de 489 mil estudantes realizaram a renovação de matrícula na rede estadual de ensino para o ano letivo de 2018, na mesma unidade escolar em que estudou em 2017. De acordo com o calendário da Secretaria da Educação do Estado, o próximo passo agora é a matrícula, que será realizada de 16 a 23 de janeiro, para todos os interessados em estudar nas escolas estaduais da capital e do interior. A matrícula poderá ser feita pela internet, pelo Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br) ou diretamente nas escolas. Os estudantes da rede estadual que perderam o prazo da renovação de matrícula ou que queiram se transferir de unidade escolar, devem se matricular no dia 16 de janeiro. Os estudantes concluintes das séries finais do Ensino Fundamental das escolas municipais devem se matricular nos dias 17 e 18.; os novos estudantes do Ensino Fundamental que venham da rede privada e de outros estados têm o dia 19 de janeiro para efetuar a matrícula. Já a matrícula para alunos novos do Ensino Médio e suas modalidades, incluindo a Educação Profissional e Tecnológica, que venham da rede privada e de outros Estados devem se matricular nos dias 22 e 23. A novidade para este ano foi a pré-matrícula, no mês de novembro, dos estudantes da Educação Especial, onde os pais ou responsáveis devem se dirigir nos dias 25, 26 e 29 de janeiro, às escolas que eles sinalizaram no ato da pré-matrícula, para confirmar a matrícula, portando os documentos necessários. “É importante ressaltar que os estudantes que não fizeram a renovação no primeiro momento, por algum contratempo, podem realizar no dia 16 de janeiro, seguindo todos os procedimentos de matrícula. Caso não lembrem do Código de Renovação, ele poderá resgatar no site do Portal da Educação, no endereço www.educacao.ba.gov.br. É bom que todos estejam atentos às datas de matrícula para garantir sua continuidade ou ingresso na rede estadual”, destacou o coordenador da matrícula da Secretaria da Educação do Estado, Marcus Machado. Os documentos necessários são os originais do histórico escolar ou atestado de escolaridade, e os originais e cópias da certidão de registro civil ou cédula de identidade, do CPF (para alunos da Educação Profissional e Tecnológica, 3ª série do Ensino Médio e Tempo Formativo III - EJA) e comprovante de residência. Para quem realizar a matrícula via internet ou em unidade escolar diferente daquela que irá frequentar em 2018, é obrigatório apresentar a documentação necessária à escola estadual para qual foi matriculado, seguindo o prazo determinado no comprovante a partir da data de efetivação da matrícula.