Pagamento do 13º deve injetar R$ 200 bi na economia brasileira

Pagamento do 13º deve injetar R$ 200 bi na economia brasileira
Foto: Se liga Brumado

por Jade Coelho,

Um levantamento do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) estima que o pagamento do 13º salário a cerca de 83,3 milhões de brasileiros deve injetar, até dezembro, R$200 bilhões na economia do país. O cálculo do Dieese considera dados do Ministério do Trabalho referentes a Relação Anual de Informação Social (Rais) e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). De acordo com o Dieese, o número de pessoas que receberá o 13º salário em 2017 é superior em 0,4% ao de 2016, e o valor que deverá ser pago também é superior ao ano passado em 4,7%. A quantidade de empregados do setor formal caiu 3,9%, enquanto a de aposentados e pensionistas do INSS teve alta de 0,9%. Do montante a ser pago como 13º, perto R$ 132,7 bilhões, ou 66,2% do total, irão para os empregados formalizados. Outros 33,8% dos R$ 200,5 bilhões, ou seja, perto de R$ 67,7 bilhões, serão pagos aos aposentados e pensionistas.