Foto: reprodução

O governo federal decidiu dobrar a alíquota do PIS e Cofins que incide sobre os combustíveis, passando de R$ 0,38 por litro para R$ 0,79 por litro. Com isso, o valor do litro do combustível nas bombas pode ficar até R$ 0,41 mais caro. O reajuste foi anunciado nesta quinta-feira (20) pelos ministério da Fazenda e do Planejamento por meio de nota. O novo preço do imposto passa a valer a partir desta sexta (21), com a publicação no Diário Oficial da União. No caso do biodiesel, a alíquota vai subir de R$ 0,24 para R$ 0,46. Dessa forma, o combustível pode ficar até R$ 0,21 mais caro. Já o PIS e Cofins do etanol, até então zerado, vai passar a custar R$ 0,19 para os distribuidores.

Foto: reprodução

A Mega-Sena acumulou pela nona vez e pode pagar R$ 78 milhões no sorteio deste sábado (22). Nenhum apostador acertou as seis dezenas que foram sorteadas nesta quarta (19), na cidade e Atibaia (SP). Os números do concurso 1.950 foram 10-21-32-34-48-57. Por outro lado, a Caixa Econômica informou que 88 apostadores levaram a quina e cada um ganhará R$ 52.163,05. Outras 7.215 pessoas acertaram a quadra e cada uma terá dirieto a R$ 908,88. O valor da aposta é de R$ 3,50 e pode ser feita em qualquer Casa Lotérica do país, até as 19h, no horário de Brasília. 

Foto: reprodução

Os impostos cobrados no país podem ficar mais caros a partir da quinta-feira (20), isto porque, embora a arrecadação tenha crescido 0,77% no primeiro semestre deste ano, não foi suficiente para resolver a crise fiscal no Brasil. O ministro da Fazenda e Previdência Social, Henrique Meirelles, afirmou em entrevista para a jornalista Miriam Leitão, que a decisão do aumento será tomada na tarde desta quarta (19), mas o provável é que o reajuste aconteça. Segundo a jornalista, o orçamento reduzido está atrapalhando setores da administração pública e muitos já dão sinais de paralisia, a exemplo da emissão de passaportes. (Varela notícias)

Foto: Almiro Lopes/Arquivo Correio

O governo decidiu que será necessário aumentar o PIS/Cofins incidente sobre combustíveis para garantir o cumprimento da meta fiscal deste ano, de déficit de R$ 139 bilhões. Segundo apurou o Estadão/Broadcast, o governo avalia a possibilidade de elevar outro tributo para fechar as contas, já que o governo tem um buraco de aproximadamente R$ 10 bilhões para cobrir no Orçamento de 2017. Três alternativas estão em análise: IOF sobre operações de câmbio à vista, ou IOF sobre operações de crédito, ou Cide-combustível. Segundo explicou uma fonte do governo, essa alternativa de elevar outro tributo talvez seja necessária porque há limitação para elevar a alíquota do PIS/Cofins. Dessa forma, seria um complemento para cobrir a necessidade de aumentar a arrecadação até o final do ano.  A avaliação no Planalto é de que, como as receitas previstas pela área econômica não se confirmaram, um aumento de, por exemplo, R$ 0,10 no preço do litro da gasolina não teria grande impacto no bolso do consumidor e ainda ajudaria as contas públicas. O impacto dessa elevação do imposto seria ainda minorado porque a gasolina tem sofrido seguidas reduções de preço, o que minimiza o impacto de eventual aumento.

Foto: Divulgação

O estado de saúde do cantor Tony Salles é estável após ser submetido a uma cirurgia para conter uma hemorragia no baço, na tarde desta terça-feira (18). O vocalista da banda Parangolé está internado no Hospital Aliança, em Salvador, desde o dia 10 de julho, com malária. De acordo com o boletim médico, Tony Salles foi submetido a uma cirurgia de emergência. “A ocorrência, rara em casos de malária, embora não seja provocada pela doença de base, decorre da friabilidade e consistência do próprio baço reagindo a processos infecciosos sistêmicos”, diz o comunicado. A hemorragia foi controlada. “O paciente evolui no pós-operatório, lúcido, sem sinais de novas perdas sanguíneas, e é mantido sob acompanhamento médico intensivo”. Com informações do Varela Notícias.

Páginas