Foto: reprodução / WhatsApp

Um adolescente de 16 anos idade, morador da Fazenda Ladeira em Várzea da Pedra morreu afogado na Barragem de Sussuarana na noite desta sexta-feira (12), enquanto mergulhava. Segundo informações, o jovem estava na companhia de familiares que chegaram de São Paulo e foram passear na barragem. 

Foto: Divulgação

Sabe aqueles móveis planejados que você sempre sonhou? agora você pode ter. Chegou em Brumado uma empresa compromissada em entregar produtos de qualidade, com acabamento impecável, do jeito que você sempre sonhou. Gil Móveis Planejados chegou para revolucionar o mercado, oferecendo móveis de qualidade, com designer de interiores criativo e descontos incríveis. Faça já o seu orçamento através dos telefones; (77) 9.9928-5725 / 9.9812-2030 ou se preferir dirija até o endereço; Avenida Mestre Eufrásio, nº 1016B em Brumado. 

Foto: reprodução

Pesquisadores brasileiros descobriram que o Zika pode ajudar no tratamento de pacientes com câncer no cérebro. Com a constatação de que o vírus mata células do cérebro em recém-nascidos, mas não em adultos, pesquisadores do laboratório Inovare, da faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) decidiram infectar um glioblastoma - mais comum tumor maligno de cérebro - com o Zika. Após 24h, metade das células tumorais haviam sido eliminadas, o que progrediu nas próximas horas. Por sua vez, as células saudáveis não foram afetadas. "As células do bebê têm uma alta taxa de proliferação. Parecida com as do câncer, que nada mais é do que uma doença que está se proliferando de forma descontrolada. E as células saudáveis, não. Então ele protegeria as células normais do adulto, mas eliminaria apenas as células do câncer, tornando um tratamento mais específico do que uma quimioterapia", explicou a pesquisadora Estela de Oliveira Lima, à EPTV. O trabalho mostrou que o encontro do Zika com células do cãncer produz uma substância chamada "digoxina", responsável pela morte de tumores e já utilizada no tratamento de doenças cardíacas. "A descoberta da substância e o mecanismo com que ela também atua no glioblastoma, nesse tipo de câncer, é inédito no mundo", ressaltou o médico Rodrigo Ramos Catarino. Os próximos passos da pesquisa são as análises em animais e seres humanos.

Foto: reprodução

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) informou nesta sexta-feira (12) que a homologação do recadastramento biométrico não será vinculada à meta estabelecida pela Corte para o procedimento, de 80%. O comunicado foi emitido após circular nas redes sociais a informação de que caso o TRE não conseguisse bater a meta, o recadastramento seria cancelado – o que favoreceria as pessoas que ainda não conseguiram cadastrar suas impressões digitais. “O esclarecimento ocorre em resposta a mensagens falsas que, desde o início da semana, estão sendo divulgadas por meio das redes sociais com a informação equivocada de que “caso o procedimento não atinja 80% do eleitorado, a biometria não será válida para as Eleições 2018”, afirma o TRE. De acordo com o tribunal, 60% dos eleitores soteropolitanos já cadastraram seus dados biométricos. “Conforme o Eleitoral, no entanto, a biometria continua sendo obrigatória para as eleições do próximo mês de outubro e não deverá haver prorrogação do prazo, conforme vem sendo afirmado reiteradas vezes pela Presidência do Órgão. Os eleitores que não atenderem a convocação da Justiça Eleitoral até 31 de janeiro terão seus títulos cancelados”, afirma o TRE. Até agora, cerca de 800 mil eleitores correm o risco de ter seus títulos cancelados. 

Foto: reprodução

O Ministério da Educação antecipou em um dia a divulgação do resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017. A partir de 18 de janeiro os estudantes poderão consultar os resultados individuais na Página do Participante, na internet. A nova data foi divulgada hoje (12) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). É necessário informar o CPF e a senha cadastrada no momento da inscrição no Enem. Quem não se lembra da senha pode recuperá-la na Página do Participante. É com ela que o estudante também terá acesso ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que ficará aberto de 29 de janeiro a 1º de fevereiro. Os resultados dos participantes com menos de 18 anos, comumente chamados de treineiros, serão liberados 60 dias depois da divulgação regular. O mesmo prazo vale para os espelhos de correção das redações. O acesso ao espelho de correção é uma forma de o participante saber como se saiu em cada uma das cinco competências avaliadas pela prova. Os estudantes podem usar o resultado das provas do Enem em processos seletivos para vagas no ensino público superior, pelo Sisu, para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Páginas