Foto: reprodução

Por Repórter Nacional / Agência Brasil, 

As inscrições para o novo edital do Programa Mais Médicos terminam na próxima sexta-feira, dia 7.  14 de dezembro é o último dia para os profissionais se apresentarem para trabalhar, depois disso, o Ministério da Saúde deve divulgar uma lista com as vagas não preenchidas e desistências. De acordo com balanço divulgado pelo Ministério, na noite desta segunda-feira, 124 vagas que eram ocupadas por médicos cubanos seguem sem nenhum inscrito interessado. O edital foi aberto após o governo de Cuba encerrar sua participação no programa, diante da intenção do presidente eleito, Jair Bolsonaro, mudar as regras do contrato. Todas as vagas em aberto ficam na região Norte, nos Estados do Amazonas, Amapá e Pará e a maior parte delas em Distritos Sanitários Indígenas. Mauro Junqueira, presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, comenta que as prefeituras aguardam o lançamento de um segundo edital, incluindo vagas que já estavam desocupadas antes do fim do convênio com Cuba. O novo edital tem gerado como efeito o desligamento de médicos do Saúde da Família e até de ambulatórios e Upas, que pretendem atuar pelo Mais Médicos por questões salariais, por exemplo. Segundo levantamento feito pelo Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, considerando os primeiros quase 7300 inscritos alocados, mais de 2800 já atuavam no Saúde da Família, ou seja, esses postos de trabalho ficarão em aberto quando os médicos migrarem para o Mais Médicos. Novamente, a região Norte tem o pior cenário. Em Roraima, por exemplo, 36 inscritos para as 43 vagas ofertadas já atuam pelo SUS no próprio Estado. 

Foto: reprodução

A Padaria União Santos fica localizada na Av. Otávio Mangabeira, no bairro Nobre, próxima à escola Nossa Senhora de Fátima e se destaca oferecendo qualidade, experiência, capricho e profissionalismo de uma equipe especializada, que oferecem produtos  diversos e com sabores incomparáveis. Na padaria União Santos você encontra as melhores tortas doces e salgadas, salgados diversos, pães, bolos e muito mais com sabores incomparáveis. Aceita encomendas para qualquer tipo de evento e dispõe de uma linha especial de Tortas doces, feitas com os melhores ingredientes e com muito capricho por quem realmente entende do assunto. Façam já os seus pedidos para aniversários, casamentos e confraternizações. Maiores informações 77 3441-3642.

Foto: reprodução

Provocado pelo Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA), o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) analisa a possibilidade de prorrogar o prazo para a implantação da nova placa veicular padrão Mercosul, previsto para a próxima segunda-feira (3), com o agendamento de datas diferentes para os estados. Na Bahia, a medida entraria em vigor no próximo dia 17. O Contran deve se pronunciar nesta sexta-feira (30). O diretor-geral do Detran-BA, Lúcio Gomes, afirmou que sugeriu a mudança no prazo por causa do baixo número de empresas fabricantes e estampadoras de placas que se cadastraram no Denatran para oferecer o serviço, em território baiano: “Ficamos preocupados com a baixa adesão das empresas e sugerimos ao Denatran a prorrogação. Não podemos correr o risco de não atender à demanda em todas as regiões do estado. Hoje, identificamos 32 empresas cadastradas no Denatran para a Bahia e outras 80 têm interesse. Precisamos de, pelo menos, 60. Por isso, a necessidade de esticar a data”, argumentou. A nova placa será obrigatória para os veículos zero quilômetro e no caso de transferência de propriedade. Ela terá quatro letras e três números, emblema do Mercosul, bandeira do Brasil, marca d’água e código de barras bidimensional (QR-Code). “A maior vantagem da troca será a proteção do sistema de trânsito. Ficará muito mais difícil a fraude, porque cada par de placas terá um código específico. Sempre fomos a favor da medida, apenas pedimos um pouco mais de tempo para a implantação”, explicou Lúcio.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasi

Começa no próximo sábado (8), o bloqueio de celulares irregulares (piratas) nos estados do Acre, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina e Tocantins, habilitados a partir de 23 de setembro. A informação foi dada hoje (3) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Os usuários já estão recebendo mensagens de SMS, informando que o aparelho irregular será bloqueado. “Operadora avisa: Pela Lei 9.472 este celular está irregular e não funcionará nas redes celulares em 75 dias”, diz a mensagem. A primeira delas foi encaminhada no dia 23 de setembro. Outros alertas chegaram 50 dias e 25 dias antes. Na véspera do bloqueio, o usuário receberá a seguinte mensagem: “Operadora avisa: Este celular IMEI XXXXXXXXXXXXXXX é irregular e deixará de funcionar nas redes celulares”. A agência informou que os usuários que aparelhos habilitados antes do dia 23 de setembro, mesmo que estejam irregulares, não serão afetados, desde que o número não seja alterado. De acordo com a Anatel, a medida visa combater o uso de aparelhos falsificados ou com IMEI adulterado, clonado ou outras formas de fraude. A medida também busca inibir a comercialização de aparelhos móveis não homologados no país. O IMEI (do inglês International Mobile Equipment Identity) é o número de identificação do celular. É composto por um código de 15 números, utilizado internacionalmente, que permite identificar a marca e modelo. Todas as mensagens são enviadas pelo número 2828. Para saber se o número de IMEI é legal, basta discar *#06#. Se a numeração coincidir com a que aparece na caixa, o aparelho é regular. Caso contrário, há uma grande chance de ser irregular. A Anatel informou ainda que  o usuário de serviço móvel com situação irregular deve procurar a empresa ou pessoa que vendeu o aparelho e buscar seus direitos como consumidor. A Anatel criou em seu Portal na Internet um espaço com informações do projeto de bloqueio de celulares, o projeto Celular Legal. No Portal da Anatel também é possível verificar se o celular apresenta alguma irregularidade.  O bloqueio de celulares irregulares começou pelo Distrito Federal e por Goiás. Os aparelhos começaram a ser bloqueados no dia 8 de maio. Segundo a Anatel, os aparelhos já foram excluídos das redes das prestadoras móveis 103 mil "piratas" nas duas unidades da federação. Nos estados da Região Nordeste e demais estados das regiões Norte e Sudeste, incluindo São Paulo, o  encaminhamento de mensagens aos usuários ocorrerá a partir de 7 de janeiro de 2019. O impedimento do uso começará a partir de 24 de março de 2019, no caso de aparelhos irregulares habilitados a partir de 7 de janeiro de 2019. Aparelhos móveis comprados no exterior vão continuar funcionando no Brasil, desde que sejam certificados por organismos estrangeiros equivalentes à agência reguladora. Um celular só é considerado irregular quando não tem número IMEI registrado no banco de dados da GSMA, associação global de operadoras. Não serão considerados irregulares os equipamentos adquiridos por particulares no exterior que, apesar de ainda não certificados no Brasil, tenham por origem fabricantes legítimos. Por Luciano Nascimento – Repórter da Agência Brasil

Foto: Reprodução / TV Globo

O novo modelo de placas para automóveis, seguindo o padrão do Mercosul, deve começar a ser implantado na Bahia a partir do dia 17 de dezembro. Inicialmente, a previsão era que a medida já pudesse ser adotada a partir da próxima segunda-feira (3). O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou nesta sexta-feira ( 30) uma resolução que prorroga o prazo. A mudança atende ao pedido do Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA), com o objetivo de dar mais tempo às empresas fabricantes e estampadoras de placas que pretendem se cadastrar para oferecer o serviço no estado. As informações são do Bahia Notícias. 

Páginas