Microlins, profissionalizando o país!

A Promoção Microlins em Dobro está bombando. Estudantes que tenham interesse em fazer um curso profissionalizante devem aproveitar a oportunidade e correr para a Microlins, pois só ela oferece cursos em dobro. Pagando um curso, o cliente ganha o outro, mas atenção, as vagas são limitadas. Para maiores informações ligue: 3453-1005.

Foto: reprodução

O número de mortos pelo ataque indiscriminado contra os participantes de um show de música country em Las Vegas já chega a pelo menos 50, enquanto são mais de 200 os feridos, informaram as autoridades americanas. O chefe da Polícia Metropolitana de Las Vegas, Joe Lombardo, atualizou os números em uma entrevista coletiva. Ele disse que o suposto autor, que fez o ataque do 32° andar do Mandala Bay Hotel e Casino, que fica próximo ao local do show, já foi identificado. É Stephen Paddock, de 64 anos. O atirador foi morto pela polícia. A companheira de quarto do atirador, Marilou Danley, uma mulher asiática, está sendo procurada pela polícia. Lombardo afirmou que o FBI e a polícia local estão investigando e que - apesar de ser uma investigação de longo prazo - o ataque tem características de "lobo solitário", quando um indivíduo age sozinho. Mesmo assim, a companheira de quarto do suspeito está sendo procurada. As autoridades disseram que um policial de plantão está em estado crítico e outro ficou ferido no tiroteio. Dois policiais fora de serviço presentes ao show foram mortos. O atentado aconteceu durante a apresentação do astro da música country Jason Aldean, no Harvest Festival Rota 91. Segundo informações, ele estava tocando a última música do concerto, quando os tiros começaram a ser disparados. Os sobreviventes disseram ter pensado que os disparos eram fogos de artifício. Videos postados nas redes sociais mostram o pânico das pessoas fugindo dos disparos. *Com informações da Agência EFE

Fotos: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Levantamento do Datafolha aponta que 54% dos brasileiros defendem a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e 89%, a continuidade da denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer (PMDB), por organização criminosa e obstrução de Justiça. No caso de Lula, 40% dos entrevistados afirmam que não há motivos para a prisão do petista; 5% não opinaram. Já em relação à Temer, apenas 7% são contrários ao prosseguimento da denúncia, que resultaria no afastamento do presidente por até seis meses para dar andamento. A pesquisa ouviu 2.772 pessoas em 194 cidades, nos dias 27 e 28 de setembro. A margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.  A consulta também apurou a perspectiva diante da Operação Lava Jato: 44% acreditam que a corrupção irá diminuir, mesma porcentagem dos que avaliam que continuará na mesma proporção. Há ainda 9% que acham que os atos criminosos vão aumentar nos próximos anos. Ainda sobre a corrupção, 62% consideram que ela prejudica mais o país do que a incompetência dos gestores. Questionados sobre a ideia de que "a corrupção é inaceitável em qualquer circunstância", 80% dos entrevistados concordam. Neste sentido, 74% se posicionaram contra a afirmação de que "se um governante administra bem o país, não importa se ele é corrupto ou não".

Foto: reprodução

Tribunal Eleitoral Regional da Bahia (TRE-BA) informou nesta segunda-feira (3) que 52 cidades da Bahia estão em processo obrigatório de recadastramento biométrico. Os eleitores devem concluir o recadastramento biométrico até 31 de janeiro de 2018. Ainda segundo o TRE, apenas 20% do total de eleitores que devem cadastrar a biometria até janeiro do ano que vem já estão com o processo regularizado. O órgão informou que 4.255,573 eleitores das 52 cidades da Bahia devem fazer o recadastramento, mas apenas 862.518 fizeram a biometria. O tribunal destaca que outros 43 municípios baianos já finalizaram o recadastramento biométrico.  O método é automático e de reconhecimento individual. O recadastramento biométrico serve para identificar o eleitor por meio da impressão digital, fotografia e assinatura digital, habilitando-o para o voto após o seu reconhecimento. O recadastramento serve ainda para atualizar o cadastro de eleitores. Para fazer o recadastramento, o eleitor precisa apresentar a original de um documento oficial com foto (RG, CNH, carteira profissional e/ou passaporte), além de um comprovante de residência recente (três meses) em nome do solicitante ou de parente (com comprovação de parentesco). Aqueles que tiveram os dados cadastrais alterados, por entre outros motivos, casamento ou separação, devem levar um documento comprobatório de alteração das informações. Antes de comparecer ao cartório, conforme o TRE-BA, é necessário que o eleitor consulte a existência de débitos com a Justiça Eleitoral, no site do órgão. Caso exista débito, a multa deverá ser paga previamente. O comprovante de pagamento deverá ser apresentado no momento do atendimento. Dúvidas e informações podem ser obtidas por meio do número (71) 3373-7000. Clique aqui e tenha acesso a lista com os nomes das 52 cidades

Foto: reprodução

Com o início do mês de outubro, a conta de luz ficará mais cara. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) mudou a bandeira tarifária das contas de luz, que passou a ser a vermelha patamar 2. A tarifa é a mais cara do modelo e representa a cobrança de taxa extra de R$ 3,50 a cada 100 Quilowatt-hora (kWh) consumidos. Em setembro, a bandeira tarifária das contas de luz foi a amarela, com taxa extra de R$ 2 para cada 100 kWh de energia consumidos. A tarifa extra mais alta a partir deste mês se deve à necessidade de operar mais usinas térmicas, cujo custo de produção da energia é mais alto que a da produzida nas hidrelétricas. A mudança foi anunciada pela Aneel na última sexta-feira, 29. É a primeira vez que o patamar 2 é acionado, desde que a bandeira vermelha passou a contar com duas graduações, em janeiro de 2016. A decisão foi tomada devido à baixa vazão das hidrelétricas, porque as chuvas em setembro ficaram abaixo da média. Segundo o relatório do Programa Mensal de Operação (PMO) do Operador Nacional do Sistema (ONS), a situação dos reservatórios das usinas hidrelétricas alcançou níveis preocupantes. A agência reguladora aponta que ainda não há risco de desabastecimento de energia, mas alerta para a importância de os consumidores intensificarem o uso consciente e combater o desperdício de energia elétrica. O que fazer para economizar? Tomar banhos mais curtos, de até cinco minutos; não deixar portas e janelas abertas em ambientes com ar-condicionado; evitar deixar a porta da geladeira aberta sem necessidade ou colocar alimentos quentes nela; retirar os aparelhos da tomada quando possível ou durante longas ausências e utilizar iluminação natural ou lâmpadas econômicas e apagar a luz ao sair de um cômodo são ações que podem contribuir para evitar o desperdício e também o peso das mudanças no bolso.

Páginas