Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é uma etapa decisiva para a escolha profissional dos jovens. Após a implantação da reforma do ensino médio, aprovada em fevereiro deste ano, esse passo tão importante poderá ser antecipado, uma vez que os alunos, ao ingressarem no antigo segundo grau, já deverão ter em mente a área de atuação que pretendem seguir. Segundo o MEC, parte do conteúdo do novo ensino médio será dividido em linguagens e suas tecnologias, matemática e suas tecnologias, ciências da natureza e suas tecnologias e ciências humanas e sociais aplicadas. 

Enem pode ser usado para...

Universidade

O Enem é parte do processo seletivo de mais de mil faculdades públicas e privadas do país

Prouni

A nota do exame é critério na seleção para as bolsas do ProUni, programa do Ministério da Educação (MEC) que oferece a estudantes brasileiros sem diploma de nível superior bolsas de estudo integrais e parciais (50%), em instituições privadas de educação superior, para cursos de graduação e sequenciais de formação específica

Sisu

O Enem é a única forma de se candidatar a 51 instituições de ensino superior públicas pelo Sisu - sistema informatizado do MEC por meio do qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas aos participantes do Enem

FIES

A nota do Enem é obrigatória para a solicitação do Fies (financiamento estudantil), por meio do qual o estudante consegue financiar seu curso de graduação, com taxas variáveis

Desempenho

Avaliar o desempenho escolar e acadêmico ao final do ensino médio

Indicador

Desenvolver estudos e indicadores sobre a educação brasileira

Referência

Criar uma referência nacional para o aperfeiçoamento dos currículos do ensino médio

Foto: reprodução

A Secretaria da Educação do Estado, por meio do Instituto Anísio Teixeira e da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), está ofertando 2.305 vagas de cursos de graduação na modalidade a Distância (EAD) para professores e profissionais da educação, em 23 municípios. Uma das novidades são os cursos realizados no Polo Universidade Aberta do Brasil (UAB) do Subúrbio Ferroviário de Salvador, que está instalado do Colégio Estadual Nelson Mandela, em Periperi, e que vai facilitar o acesso ao Ensino Superior dos professores e profissionais da Educação que moram na região. Para o Polo UAB do Subúrbio Ferroviário de Salvador são ofertadas 286 vagas para as licenciaturas em Ciência da Computação, Educação Física, Física, Letras/Português, Matemática e Química e para o Bacharelado em Administração Pública. “Esta é mais uma ação em articulação com a nossa UNEB e que vem atender a uma demanda histórica para a graduação de professores e profissionais da Educação tanto no Subúrbio Ferroviário de Salvador quanto nos demais municípios. Portanto, é uma iniciativa que vem fortalecer a Educação Básica, na medida em que estes profissionais terão uma nova formação, cujos conhecimentos serão aplicados em sala de aula”, afirma o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro. A oferta visa promover, consolidar e expandir políticas de educação a distância, voltadas para a formação inicial e continuada dos professores e demais profissionais da Educação Básica, como determina o Plano Estadual de Educação. Os interessados devem se inscrever, exclusivamente, pelo site http://www.vestibularead.uneb.br/, até o dia 24 de julho para participar do vestibular desta modalidade. O processo seletivo será realizado entre os dias 25 e 28 de julho e os resultado será divulgado a partir do dia 31. As vagas são para os seguintes municípios: Vitória da Conquista, Seabra, Santo Estevão, Piritiba, Pintadas, Paulo Afonso, Mundo Novo, Mata de São João, Lauro de Freitas, Jacaraci, Itapicuru, Itanhém, Itamaraju, Itaberaba, Irecê, Ipupiara, Ipirá, Ilhéus, Euclides da Cunha, Esplanada, Dias D´Ávila, Conceição do Coité, Carinhanha, Campo Alegre de Lourdes, Camaçari, Canudos, Brumado, Bom Jesus da Lapa e Amargosa. Entre os cursos ofertados nestes polos estão as Licenciaturas em História, Geografia, Letras/Espanhol, Letras/Inglês, Ciências Biológicas e Pedagogia. Veja a relação completa de cursos por municípios no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br).

Foto: reprodução

Por Correio 24 horas,

A Receita Federal paga nesta segunda-feira (17) o segundo lote de restituição do Imposto de Renda 2017. O lote inclui 55.464 contribuintes baianos que, juntos, um valor total de R$ 111.221.298,16. Eles integram este lote porque, segundo o órgão, entregaram as declarações deste ano (ano-base 2016) até o último dia  4 de março. Outros 6.365 baianos foram incluídos no mesmo lote e vão receber residuais das restituições do Imposto de Renda pago entre os anos de 2008 a 2016. O crédito para este grupo soma de R$ 18.339.118,94.  O lote vai beneficiar, em todo o Brasil, 1.495.931  contribuintes. Ao todo, os depósitos feitos pela Receita chegam a R$ 3 bilhões.  O período para enviar a documentação do IR 2017 ao Fisco começou em 1º de março e seguiu até 30 de abril. Os contribuintes que não fizeram a declaração neste período ainda pode acertar as contas com o Fisco, mas estão sujeitos a multas. A taxa pelo atraso é de 1% ao mês ou fração sobre o valor do imposto a ser pago. No entanto, essa multa não pode ultrapassar 20% do imposto devido. O sistema também está aberto para declarações retificadoras.  Em relação às restituições de anos anteriores, na Bahia, são 4.048 pagamentos referentes a 2016 (total de R$ 12.434.886,24);  1.020 de 2015 (R$ R$ 3.231.594,82); 747 de 2014 (R$ 1.950.766,27); 441 de 2015 (R$ 557.115,39); 90 de 2012 (R$ R$ 110.031,96); 11 de 2011 (R$ 11.854,08); 4 de 2010 (R$ 33.843,58), 1 de 2009 (R$  R$ 73,97); 3 de 2008 (R$ 8.952,63). Todas as restituições do IR 2017 vão ser pagas com remuneração de 2,74%, o equivalente à variação da taxa Selic no período. Os próximos lotes de restituição  serão creditados pela Receita em 15/8, 15/9, 16/10, 16/11 e 15/12. CLIQUE AQUI E CONSULTE SE VOCÊ ESTÁ NESSE LOTE

Foto: reprodução

Sancionada na tarde de hoje pelo presidente Michel Temer, a reforma trabalhista passa a valer dentro de quatro meses, conforme previsto na legislação. O projeto, aprovado pelo Senado em uma conturbada sessão na noite de terça-feira (11), altera mais de 100 pontos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), permitindo que o acordado entre patrões e empregados sobre o previsto em lei nas negociações trabalhistas. Parte do texto, no entanto, pode sofrer alterações. Durante a tramitação, o governo negociou com os parlamentares a votação rápida das mudanças em troca da garantia da revisão de alguns pontos polêmicos por meio de Medida Provisória ou novos projetos de lei do Executivo. A minuta da MP foi enviada nesta manhã ao Congresso. O documento toca em dez pontos da reforma, entre eles temas polêmicos que foram discutidos durante a tramitação, como o trabalho intermitente, a jornada de 12 horas por 36 horas e o trabalho em condições insalubres das gestantes e lactantes.

Quartzolar Argamassa e Rejuntes!

Páginas