Por Livramento Manchete

No próximo sábado, dia 17, o compromisso de agenda dos livramentenses e púbico desta região do sudoeste baiano vai ser sensacional. È dia do evento mais esperado do ano, a tradicional festa MicaManga Prime 2016, que promete arrasar corações com o cantor romântico Léo Magalhães, a as meninas que apaixonam nos botecos Raneychas e também a dupla Thiago e Samuel. E para levar a galera a loucura também se apresenta nesta mesma noite com seu som ostentação, o “gordinho gostoso” Neto LX. MicaManga Prime carimba mais uma vez a marca de sucesso Ney Trindade que transforma seus eventos em mega produção, com cenário magnífico, infraestrutura de pista, palco, camarotes confortáveis com direito à serviços de bar, sanitários higienizados, iluminação, segurança e ampla área para abrigar um público de até 20 mil pessoas. Toda essa infraestrutura montada é garantia de diversão segura, conforto e comodidade, como ocorre em grandes shows de grandes artistas e em grandes cidades.

Foto: L12 Sudoeste

Por L12 Notícias,

Um ex-detento da cadeia de Livramento de Nossa Senhora foi morto a tiros, na noite desta quinta-feira (15), dentro de uma lanchonete na Praça João Marques de Oliveira. As motivações do crime ainda são desconhecidas, mas a vítima teria envolvimento com o tráfico de drogas na cidade. Em janeiro deste ano foi preso, acusado de tráfico de drogas e portando diversos objetos produtos de furto/roubo. Na ocasião Raimundo Alves Viana, vulgo ‘Mundinha’, foi preso junto com Patrícia Souza da Conceição, também com diversas passagens pela polícia. Ainda, na ocasião, na residência de Raimundo, foram  encontrados: 170 papelotes de cocaína, um liquidificador usado para processar a pasta base de cocaína, uma tigela inox para mistura, 8 aparelhos celulares, uma motocicleta, 5 relógios e R$707 reais em dinheiro. A policia acredita que o assassinato possa ter sido motivado por acerto de contas relacionado ao tráfico de entorpecentes. O corpo permanece no local esperando a chegada de peritos do IML.
 

foto e matéria: reprodução / L12 notícias

Homicídios, tráfico de drogas, roubos e assaltos se tornaram uma realidade presente no quotidiano para a população de Vitória da Conquista. Essa alarmante estatística de violência foi tema de uma reportagem no telejornal da TV Aratu. A quantidade de homicídios até o fim de novembro já supera o ano de 2015. Aproximadamente duas centenas já foram mortas neste ano. E o número de jovens representa mais de 50% desta triste estatística. Somente em 2016 até o momento foi registrado quase 195 mortes, cerca de 30% a mais que o total de todo o ano de 2015, quando foram registrados 137 homicídios. Uma média de mais de mais de uma morte por dia em 2016, mais da metade dessas vítimas são adolescentes entre 14 e 18 anos. Assista a reportagem na íntegra:
 

Foto: reprodução / Blog do Rodrigo Ferraz

Sobre as matérias que vêm sendo  publicadas em alguns veículos de comunicação afirmando que  Médicos do HGVC realizaram abaixo-assinado no intuito de não dividir o conforto com enfermeiros. A  Direção Geral do Hospital Geral de Vitória da Conquista  esclarece que não recebeu o referido documento, tendo conhecimento do mesmo através das mídias sociais. O posicionamento do HGVC é contrário à existência de exclusividade na área de descanso para os médicos. Conforme previsão legal os profissionais em regime de plantão têm intervalos de descanso em no máximo a cada 06 horas. Em plantões noturnos com pequenas variações de período de descanso que ocorrem a partir da 00:00h. Geralmente, períodos de 2 horas sem prejuízo à assistência. Há cômodos apropriados em vários setores do Hospital. Não existe nenhuma recomendação no andamento jurídico brasileiro para que haja exclusividade nas áreas de descanso.

Foto: Reprodução / Blog do Anderson

Uma decisão de reintegração de posse desta sexta-feira (25) em caráter liminar determina a desocupação do campus da Uesb [Universidade Estadual do Sudoeste]. A unidade de ensino superior está ocupada há 34 dias por manifestantes contrários à PEC 55 [Proposta de Emenda à Constituição] que limita gastos públicos em até 20 anos. A decisão, do juiz Ricardo Frederico Campos, desta sexta obriga que o grupo deixe as dependências da universidade em 24 horas. De acordo com o Blog do Anderson, a ação foi proposta pelo Movimento Liberta Uesb, de estudantes contrários à ocupação do espaço. 

Páginas