Foto: reprodução

O ator Lázaro Ramos, famoso por atuar em grande novelas da Globo e também em consagrados filmes Brasileiros - publicou em seu instagram - o vídeo do brumadense Célio Jr., na qual o mesmo repondeu com um tom irônico e humorado a pergunta de um motorista que passava no local. Rapidamente o vídeo viralizou na internet e em algumas páginas de humor o mesmo alcançou a marca de mais de 1 milhão de visualizações. Assista o vídeo

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Por Agência Brasil,

O deputado federal Osmar Terra (MDB-RS), indicado hoje (28) para o Ministério da Cidadania no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro, confirmou que será cumprida a promessa de um 13º benefício do Bolsa Família para os integrantes do programa. Terra disse que haverá espaço no orçamento para o pagamento do décimo terceiro, em função da eliminação da fila de espera para o benefício ocorrida nos últimos anos, quando foram cortadas 5 milhões de bolsas de famílias após cruzamento de dados com outras fontes de renda das pessoas atendidas.  "O presidente [Bolsonaro] pediu isso, e vai ser cumprido. Com esse ajuste que se fez, saíram aqueles que não precisavam do programa, é mais fácil conseguir o recurso para o 13º também", explicou.  Osmar Terra defendeu a continuidade de um pente-fino no programa, mas descartou, no momento, a possibilidade de reajuste no valor do benefício. "Por enquanto, não. Temos que ver como vai evoluir a receita e despesa [do futuro governo], houve aumento importante do Bolsa Família nos últimos dois anos, acima da inflação",lembrou o futuro ministro. Terra ressaltou que o objetivo do programa é focar na geração de emprego e renda dos beneficiários, para que eles não precisem mais dessa assistência.     "Metade da população brasileira ganha menos de meio salário mínimo per capita. Então isso exige políticas específicas para ajudar, mas o maior programa de combate à pobreza é geração de emprego e renda, não tem outro. A maior vitória de um programa é a diminuição de pessoas que precisam do programa [social]", afirmou. Além de incorporar toda a estrutura do atual Ministério do Desenvolvimento Social, a pasta da Cidadania vai agregar Esportes e Cultura. Segundo Osmar Terra, serão designados secretários para cada uma dessas áreas. Perguntado sobre eventuais mudanças na Lei Rouanet, de incentivo à cultura, o futuro ministro mencionou a necessidade de uma análise do tema. "Tem que estudar – eu acho que tem uma auditoria em curso, da Lei Rouanet, temos que ter uma ideia de como ela estava sendo aplicada. (...). Tem que incentivar que auditoria termine, que seja bem abrangente, se foi usado mal o recurso ou não." O Ministério da Cidadania receberá ainda parte da Secretaria Nacional de Polícia sobre Drogas (Senad). De acordo com Osmar Terra, sua pasta vai coordenar as ações de tratamento e acolhimento de dependentes químicos, enquanto o Ministério da Justiça permanecerá com as atribuições relacionadas ao controle, fiscalização e combate ao tráfico de entorpecentes.

Foto: Divulgação

A Administração Municipal de Malhada de Pedras convida para a Cerimônia de Abertura do Campeonato Municipal que terá início no dia 01 no Estádio Minhocão onde acontece a concentração das equipes, abertura oficial e o jogo da primeira rodada entre as equipes Capinal X Formosa.

Foto: reprodução

A Comunidade do Esconso tem a alegria de convidar você e a sua família para a grande festa em louvor a Nossa Senhora da Conceição na comunidade do Bairro Esconso, com o tema ''imaculada Maria Mãe de Deus''. O evento acontece de 05 a 08 de dezembro e todas as noites a comunidade estará com barraquinhas de comidas típicas. 

Foto: Divulgação

Nos dias 24 e 25 de novembro aconteceu na capital baiana um dos maiores eventos de jiu jitsu do Brasil; o Salvador Spring International Opem de jiu Jitsu. Dois atletas brumadenses representaram a Capital do Minério com muita garra e dedicação. Hugo Possidonio representado a equipe (PJA , Bicudo Jr Team) que obteve a seguinte colocação: GI (com kimono) 2°lugar; NO-GI (sem kimono) ficou em 3° lugar. Já Mabson Araujo representando a equipe Ajub-Garra conquistou o 1° lugar no GI (com kimono), ambos representando uma só equipe, a Cicero Costha .

Foto: reprodução

Adquirindo os produtos Quartzolar, o cliente estará adquirindo o que existe de melhor no setor, com os melhores preços, durabilidade e economia surpreendente, pois os produtos rendem muito mais, sendo destaque - recebendo o certificado de qualidade ISO9001. Os produtos deixarão o seu ambiente com um aspecto moderno, com um acabamento impecável e de fácil aplicação.  Para maiores informações e compras entre em contato através dos telefones 0800 024 3077 ou (77) 99145-8824, através do site www.quartzolar.com.br ou do endereço eletrônico (e-mail) sac@quartzolar.com.br.

Conheça os nossos produtos;

A Argamassa Quartzolar AC1, é uma argamassa de alta aderência composta de cimento, agregados minerais selecionados e aditivos especiais não tóxicos. Peso: 20Kg. AC1 é Indicada para assentamento de revestimento de cerâmica formato até 50x50cm em paredes e pisos em ambientes internos e superfícies com temperatura constante de 5ºC a 32ºC. Não indicada para áreas externas, piscinas, saunas e porcelanatos.

A Argamassa Quartzolar AC2, é uma argamassa de alta aderência composta de cimento, polímero, agregados minerais selecionados e aditivos especiais não tóxicos. Peso: 20kg. Indicada para assentamento de revestimento de cerâmica, uso interno externo, como garagem e passeios. Não indicada para piscinas, saunas e porcelanatos.

A Argamssa Quartzolar AC3, é uma argamassa de alta aderência composta de cimento, polímero, flexibilizantes, agregados minerais selecionados e aditivos especiais não tóxicos. Peso: 20kg. Por ser abundante em polímero, garante a aderência de revestimento com baixa absorção de água como piso, assentamento de porcelanatos, 80x80cm, pastilhas de porcelanas, pedras naturais, fachadas, ambientes aquecidos, como: saunas, piscinas e áreas com trânsito intensos de pessoas e veículos.

A Argamassa Quartzolar AC3 Branca, é uma argamassa de alta aderência composta de cimento, polímero, flexibilizantes, agregados minerais selecionados e aditivos especiais não tóxicos. Produzida com as melhores matérias-primas que existe no mercado de construção civil, possibilitando maior resistência e melhor trabalhabilidade. Com características branca, alta resistência e melhor acabamento. Peso: 20 kg. Por ser abundante em polímero, garante a aderência de revestimento com baixa absorção de água como o piso sobre piso, bloco de vidro, pastilha de vidro, porcelanatos, grandes formatos.

A Argamssa Quartzolar Especial Porcelanato, é uma argamassa colante formulada com aditivos químicos que garantem super aderência, super flexibilidade e resistência mecânica além de ser uma massa leve e possuir ótimo rendimento. Peso: 20kg. Indicada para assentamento de revestimento de cerâmicas, como porcelanatos de até 80x80cm em áreas internas e externas, em pisos e paredes.

O Rejunte Flexível Tipo II Quartzolar é um rejunte super liso, não trinca, antifungos, impermeável, composto de cimento polímero, agregados minerais, pigmentos inorgânicos e aditivos químicos. Peso: 1kg. Indicado para junta de cerâmica de 2 a 10mm em ambientes internos e externos, em pisos ou paredes. Não indicado para rejuntar juntas falsas e cerâmicas esmaltadas. Aconselhável usar 28% de água.

O Rejunte Resinado Porcelanato Quartzolar é um rejunte super liso, não trinca, antifungos e impermeável, composto de cimento polímero, agregados minerais, pigmentos inorgânicos e aditivos químicos especiais. Peso: 1kg. Indicado para juntas de cerâmicas de 1 a 16mm em ambientes internos e externos, como: fachadas, piscinas, saunas e porcelanatos, em pisos e paredes. Aconselhável usar 22% de água.  Agora que você sabe tudo sobre o assunto, é só passar nas melhores lojas do ramo e conferir a linha completa dos produtos QUARTZOLAR que vão deixar a sua obra ainda mais bonita e com um acabamento impecável.

Foto: reprodução

Por G1 BA,

A renovação da matrícula dos estudantes da rede estadual de ensino que frequentaram regularmente o ano letivo 2018 na Bahia será realizada de 26 de novembro a 17 de dezembro de 2018. Conforme a SEC, a renovação poderá ser feita presencialmente, nas escolas, ou através do sistema online, pelo Portal da Educação. Para a renovação da matrícula, a unidade escolar entregará aos estudantes uma carta que deverá ser devolvida à secretaria escolar, mediante protocolo. Caso a carta não seja entregue, o aluno poderá perder a vaga na unidade escolar onde estudou em 2018. A novidade deste ano, conforme informou a secretaria, é que a apresentação do cartão de vacina dos estudantes até 18 anos de idade se tornará obrigatório no ato da matrícula. O calendário escolar do ano letivo de 2019 da rede estadual está previsto para começar no dia 11 de fevereiro e terminar no dia 16 de dezembro. Conforme portaria publicada no Diário Oficial, os Núcleos Territoriais de Educação (NTE) poderão apresentar à Secretaria da Educação do Estado um calendário escolar diferenciado e que considere as peculiaridades locais, inclusive climáticas, culturais e econômicas das regiões. O mesmo pode acontecer com as escolas indígenas, quilombolas e do campo, considerando as atividades produtivas e socioculturais das suas comunidades. Em ambos os casos, o ano letivo terá carga horária mínima de 800 horas, distribuídas em 200 dias de efetivo trabalho escolar, excluído o tempo reservado à avaliação final. 

Foto: Reprodução / EBC

O Ministério da Educação (MEC) autorizou a transferência de recursos para que os estados brasileiros implementem a educação em tempo integral no ensino médio. De acordo com a Agência Brasil, serão liberados R$ 99 milhões, distribuídos entre todos os estados e o Distrito Federal, com exceção do Mato Grosso. A liberação foi feita no âmbito do Programa de Fomento às Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. O objetivo do MEC é complementar o pagamento da primeira parcela de recursos correspondentes ao ano de 2019. As unidades federativas precisaram encaminhar planos de trabalho e também apontar unidades de ensino em que a nova modalidade de educação deverá ser implementada.  Cada estado pode usar o dinheiro para a remuneração de professores, aperfeiçoamento dos profissionais, intervenções na infraestrutura, aquisição de equipamentos entre outras necessidades das unidades escolares. 

Foto: reprodução

Por Agência Brasil,

O governo brasileiro assinou hoje (26) acordo com a indústria de alimentos para reduzir o consumo de 144 mil toneladas de açúcar até 2022. Isso representa, por exemplo, uma redução de até 62,4% do açúcar presente hoje em biscoitos. “Estamos gradativamente melhorando a saúde da nossa população”, diz o ministro da Saúde, Gilberto Occhi. “Dentro do que a OMS [Organização Mundial da Saúde] recomenda, vamos buscar sempre que o cidadão tenha informação e, gradativamente, com a redução do nível de açúcar desses alimentos, eles se tornarão mais saudáveis.” De acordo com o Ministério da Saúde, os brasileiros consomem, em média, 80 gramas de açúcar por dia, o que equivale a 18 colheres de chá. A maior parte, 64% desse consumo, é de açúcar adicionado ao alimento. Os outros 36% tratam-se do açúcar presente nos alimentos industrializados. A meta, seguindo a recomendação da OMS, é reduzir o consumo de açúcar, por pessoa, para 50 gramas por dia, o equivalente a cerca de 12 colheres de chá de açúcar. Se possível, esse consumo deverá ser reduzido para 25 gramas, aproximadamente, 6 colheres de chá. Segundo a OMS, o consumo de açúcar deve ser equivalente a até 10% do total das calorias diárias. Se possível, deve chegar a 5% das calorias diárias.  De acordo com o Ministério da Saúde, maus hábitos como alimentação inadequada, além de tabagismo, inatividade física e uso nocivo do álcool aumentam a obesidade em mais de 60%, o diabetes em homens em 54% e em mulheres, 28%. A estimativa de casos de câncer aumenta em 27,6% com esses hábitos. Segundo o ministro, é necessária também a conscientização da população, que é a responsável pela adição de açúcar nos alimentos. “[O acordo assinado] é uma parte, que é papel do Estado e da indústria, procurar oferecer ao cidadão alimentos mais saudáveis para que possa evitar doenças crônicas não transmissíveis”.  O acordo foi firmado com a indústria brasileira que se compromete a reduzir o açúcar em cinco categorias de alimentos: bebidas açucaradas, biscoitos, bolos e misturas, achocolatados e produtos lácteos. As metas serão monitoradas a cada dois anos e valerão para os produtos em cada uma das categorias que têm a maior quantidade de açúcar consumido pela população. Até 2022, os bolos reduzirão até 32,4%; as misturas para bolos, 46,1%; as bebidas açucaradas, 33,8%; os produtos lácteos, 53,9%; os achocolatados, 10,5%; os biscoitos, 62,4%. Segundo o presidente da Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (Abia), Wilson Mello, os termos do acordo assinado hoje foram discutidos ao longo do último ano. Desde 2007, vários acordos com a indústria são firmados para tornar os alimentos mais saudáveis. Primeiro, de acordo com Mello, foi pactuada a redução de gordura trans, depois, do sal.  “[Vamos] movimentar toda a indústria para que reduza, dentro do maior nível possível, os índices de açúcar nos alimentos. Fizemos isso com o sódio e vamos fazer com os açúcares”, diz. “É um compromisso, assinado agora, mas é movimento que vem sendo feito nos últimos anos sob demanda do próprio consumidor”. Assinaram o acordo o Ministério da Saúde, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que fará o monitoramento, a Abia, a Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e de Bebidas não Alcóolicas, a Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães e Bolos Industrializados e a Associação Brasileira de Laticínios.

Foto: reprodução

Por Agência Brasil,

O governo brasileiro assinou hoje (26) acordo com a indústria de alimentos para reduzir o consumo de 144 mil toneladas de açúcar até 2022. Isso representa, por exemplo, uma redução de até 62,4% do açúcar presente hoje em biscoitos. “Estamos gradativamente melhorando a saúde da nossa população”, diz o ministro da Saúde, Gilberto Occhi. “Dentro do que a OMS [Organização Mundial da Saúde] recomenda, vamos buscar sempre que o cidadão tenha informação e, gradativamente, com a redução do nível de açúcar desses alimentos, eles se tornarão mais saudáveis.” De acordo com o Ministério da Saúde, os brasileiros consomem, em média, 80 gramas de açúcar por dia, o que equivale a 18 colheres de chá. A maior parte, 64% desse consumo, é de açúcar adicionado ao alimento. Os outros 36% tratam-se do açúcar presente nos alimentos industrializados. A meta, seguindo a recomendação da OMS, é reduzir o consumo de açúcar, por pessoa, para 50 gramas por dia, o equivalente a cerca de 12 colheres de chá de açúcar. Se possível, esse consumo deverá ser reduzido para 25 gramas, aproximadamente, 6 colheres de chá. Segundo a OMS, o consumo de açúcar deve ser equivalente a até 10% do total das calorias diárias. Se possível, deve chegar a 5% das calorias diárias.  De acordo com o Ministério da Saúde, maus hábitos como alimentação inadequada, além de tabagismo, inatividade física e uso nocivo do álcool aumentam a obesidade em mais de 60%, o diabetes em homens em 54% e em mulheres, 28%. A estimativa de casos de câncer aumenta em 27,6% com esses hábitos. Segundo o ministro, é necessária também a conscientização da população, que é a responsável pela adição de açúcar nos alimentos. “[O acordo assinado] é uma parte, que é papel do Estado e da indústria, procurar oferecer ao cidadão alimentos mais saudáveis para que possa evitar doenças crônicas não transmissíveis”.  O acordo foi firmado com a indústria brasileira que se compromete a reduzir o açúcar em cinco categorias de alimentos: bebidas açucaradas, biscoitos, bolos e misturas, achocolatados e produtos lácteos. As metas serão monitoradas a cada dois anos e valerão para os produtos em cada uma das categorias que têm a maior quantidade de açúcar consumido pela população. Até 2022, os bolos reduzirão até 32,4%; as misturas para bolos, 46,1%; as bebidas açucaradas, 33,8%; os produtos lácteos, 53,9%; os achocolatados, 10,5%; os biscoitos, 62,4%. Segundo o presidente da Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (Abia), Wilson Mello, os termos do acordo assinado hoje foram discutidos ao longo do último ano. Desde 2007, vários acordos com a indústria são firmados para tornar os alimentos mais saudáveis. Primeiro, de acordo com Mello, foi pactuada a redução de gordura trans, depois, do sal.  “[Vamos] movimentar toda a indústria para que reduza, dentro do maior nível possível, os índices de açúcar nos alimentos. Fizemos isso com o sódio e vamos fazer com os açúcares”, diz. “É um compromisso, assinado agora, mas é movimento que vem sendo feito nos últimos anos sob demanda do próprio consumidor”. Assinaram o acordo o Ministério da Saúde, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que fará o monitoramento, a Abia, a Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e de Bebidas não Alcóolicas, a Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães e Bolos Industrializados e a Associação Brasileira de Laticínios.

Foto: reprodução

A Panieri Atacarejo vende barato todos os dias e acaba de entrar na onda do Black Friday! Os preços praticados na Panieri são ótimos para as donas de casa e melhores ainda para os donos de comércios que compram para revender. A Panieri Atacarejo fica localizada na Rua Coronel Paulino Chaves, nº 390, centro (Praça do Jurema), em Brumado, fica aberto aos domingos e feriados e aceita todos os cartões de crédito. Confira algumas ofertas; Detergente Ypê R$ 1,29; Bolacha Cream Cracker Vitarella R$ 2,49; Milho Verde Stella D'oro 2kg R$ 7,89; Macarrão Bonsabor 500g R$ 1,09; Cerveja Petra Puro Malte 350ml R$v 2,09; Cerveja Skol pacote com 12 unidades R$ 20,90. Isso e muito mais na Panieri Atacarejo, Lucro para quem é dono de comércio e economia para as donas de casa. Para maiores informações entre em contato atráves do telefone; (77) 3441-2152. 

Foto: Romildo de Jesus/ Ag. Haack/ Bahia Notícias

por Glauber Guerra,

O Bahia venceu o Fluminense por 2 a 0, nesta quinta-feira (22), na Arena Fonte Nova, em confronto válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados por Zé Rafael e Edigar Junio. Com o resultado, o Tricolor chegou aos 47 pontos e ocupa a 11ª posição. O time comandado pelo técnico Enderson Moreira volta a campo no domingo (25) para encarar o América-MG, às 18h (horário de Salvador), no Independência, em Belo Horizonte (MG), válido pela penúltima rodada do Brasileirão.

Páginas