Foto: reprodução / Youtube

Vídeo divulgado na internet pelo senador Magno Malta (PR-ES) mostra o candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) lúcido e conversando, em um leito da Unidade de Terapia Intensina (UTI) da Santa Casa de Juiz de Fora (MG). O candidato foi levado para o hospital após ter sido esfaqueado, na tarde de ontem (6), durante ato de campanha na capital paulista. Na gravação, Bolsonaro diz que, ao ser esfaqueado, sentiu uma dor "insuportável" como se tivesse recebido uma bolada no estômago, e que ficou "muito preocupado". "Somos mortais", afirma. "Deus evitou que um mal maior acontecesse", acrescenta o presidenciável no vídeo.  O senador Magno Malta aparece orando pelo candidato. Jair Bolsonaro agradeceu aos médicos e enfermeiros que o atenderam na cidade mineira. O candidato foi transferido, a pedido da família, para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Ele será submetido a uma série de exames. Segundo a assessoria do hospital, o estado de saúde de Bolsonaro é grave, mas estável. 

Foto: reprodução

O candidato Jair Bolsonaro (PSL) já foi operado e está sendo monitorado no momento. A informação foi dada pela assessoria parlamentar do político à Agência Brasil. O candidato passou por procedimento com uma equipe de 10 médicos na Santa Casa de Juiz de Fora. No Twitter, o filho de Jair Bolsonaro, Flávio Bolsonaro, afirmou que o episódio "infelizmente foi mais grave do que esperávamos". Ele deu informações acerca da extensão do dano e dos órgãos atingidos. "A perfuração atingiu parte do fígado, do pulmão e da alça do intestino. Perdeu muito sangue, chegou ao hospital com pressão de 10/3", relatou. Flávio Bolsonaro disse que o estado de saúde do pai "parece estabilizado" Jair Bolsonaro foi atingido com uma facada na tarde de hoje quando fazia campanha na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais. O autor do ataque já foi preso pela Polícia Militar da cidade. A Polícia Federal, responsável pela segurança do candidato, abriu inquérito para investigar o caso. Bolsonaro lidera as pesquisas de opinião divulgadas após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter rejeitado a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Segundo o Ibope, ele tem 22% das intenções de voto. As informações são da Agência Brasil.

Foto: reprodução

por Folhapress

A Polícia Federal concluiu inquérito sobre supostos repasses ilícitos da Odebrecht ao MDB e concluiu que o presidente Michel Temer recebeu da empreiteira propinas de ao menos R$ 1,43 milhão por meio de intermediários.  Em relatório sobre o caso, o delegado Thiago Machado Delabary sustenta que há indícios de que o emedebista praticou os crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.  O documento foi enviado nesta quarta (5) ao STF (Supremo Tribunal Federal). Com base nas provas apresentadas, a PGR (Procuradoria-Geral da República) decidirá se denuncia o presidente pela terceira vez. Além de Temer, a PF também viu elementos de que dois de seus ministros -Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Minas e Energia)- foram corrompidos.  O inquérito foi aberto após delatores da Odebrecht relatarem que, num jantar no Palácio do Jaburu, acertaram com Temer e aliados o repasse ilícito de R$ 10 milhões em recursos em 2014. O relatório também implica outros investigados, como o candidato do MDB ao governo de São Paulo Paulo Skaf.  A defesa do presidente Michel Temer informou que até às 20h desta quarta-feira (5) não havia tomado conhecimento do conteúdo do relatório da PF e, por isso, preferiu não se manifestar. A defesa disse ainda que é preciso aguardar uma manifestação do Ministério Público Federal, que pode ou não concordar com a conclusão da PF e até mesmo sugerir o arquivamento do caso. A reportagem ainda não localizou os demais citados no relatório.

Foto: Arquivo / Se Liga Brumado

A Prefeitura Municipal de Brumado, através da Secretaria Municipal de Educação, mais uma vez vem coordenar a realização do Desfile Cívico - Militar 2018. Com o Tema: “Educar par Libertar”, o desfile apresenta mostras dos trabalhos desenvolvidos e que fazem parte do Projeto Político Pedagógico das escolas da rede municipal de ensino. Informamos a todos os alunos, professores e comunidade de modo geral, que o DESFILE CÍVICO - MILITAR DO DIA 07 DE SETEMBRO de 2018, com as Forças Armadas: Tiro de Guerra 06-024, Policia Militar/ PROERD, Bombeiros Civis, Guarda Municipal, Creches Municipais, Fanfarras, Escolas da Rede Municipal, IEL, IFBA, Lira Ceciliana, Terceira Idade, Organizações Paramaçônicas, Clube Dos Desbravadores, Associação das Mulheres para a Paz Mundial, Esportes, Grupo de Dança e Clube dos Fuscas, seguirão o roteiro: Concentração: Estacionamento da Feira Livre (ao lado da Cesta do Povo) . Vale lembrar que as instituições que também participarão do desfile, se perfilarão em diferentes ruas das entradas/saídas das avenidas ou ruas acima citadas, juntarão às escolas municipais desfilando até a Praça Capitão Francisco de Souza Meira. Clique aqui e veja a programação completa. 

Foto: reprodução

A Padaria União Santos se destaca pela qualidade, experiência, capricho e profissionalismo de uma equipe especializada, que oferece produtos diversos e com sabores incomparáveis. A Padaria União Santos aceita encomendas para todos os tipos de eventos, basta ligar para o número (77) 3441-3642 ou se dirigir até a empresa que fica localizada na Av. Otávio Mangabeira, no bairro Nobre, próxima à escola Nossa Senhora de Fátima. Seu evento merece as delicias da Padaria União Santos.

Foto: reprodução

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) informa que está trabalhando para restabelecer o abastecimento na região da Lagoa Funda, na zona rural de Brumado, ainda nesta quarta (05). O fornecimento de água na localidade foi afetado na tarde de ontem após a ocorrência de problemas em equipamentos eletromecânicos na estação de bombeamento que atende a esta região. Enquanto isso, a Embasa solicita a compreensão da população no uso racional da água armazenada nos reservatórios domiciliares, evitando todas as formas de desperdícios.  Localidades afetadas: Lagoa Funda, Itaquaraí, Lagoa do Arroz, Pedra Preta, Itaquerê, Km 18, Curralinho, Cachoeira, Fazenda Nova, Barreiro, Furado dos Veados, Limoeiro, Bernardo José, Coqueiro, André, Retiro, Jacaré, Povoado Lagoa dos Algodões, Três Lagoas e Campo de Dentro.

Foto: reprodução

Um brumadense de identidade ainda não revelada foi conduzido pela Polícia Federal nesta quarta-feira (05) para prestar depoimentos durante a ''Operação sem Filtros'', esta que está sendo realizada em 10 cidades de quatro estados; Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Bahia. Entre os alvos estão fábricas de cigarro, gráficas, residências e uma empresa usada para lavagem de dinheiro. Segundo informações cerca de 100 policiais cumprem 16 mandatos de prisão e 19 de busca e apreensão. 

Foto: reprodução

O Ministério da Saúde iniciou hoje (4) uma campanha publicitária para impulsionar a vacinação de adolescentes contra o HPV. A convocação tem como alvo 20,6 milhões de meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos. Eles devem ir aos postos de saúde para se imunizar pela primeira vez ou tomar a segunda dose da vacina e completar a proteção contra o HPV. O vírus HPV (Papilomavírus Humanos) é sexualmente transmissível e infecta pele e mucosas da boca ou das áreas genital e anal provocando verrugas e diferentes tipos de cânceres em homens e mulheres (cólo do útero, anal, pênis, vagina, orofaringe).   Segundo o ministério, cerca de 30% dos tumores provocados por vírus no mundo são causados pelo HPV. Para esta nova etapa da campanha, foram investidos R$ 567 milhões para adquirir 14 milhões de vacinas. Na etapa anterior, mais de 63% das meninas de 9 a 14 anos já foram imunizadas com a primeira dose e 41% das crianças receberam a segunda dose. No caso dos meninos, cerca de 2,6 milhões receberam a primeira dose (35,7% do público-alvo), e 911 mil (13%) já receberam a segunda dose. O Ministério da Saúde alerta que a cobertura contra o HPV só está completa com as duas doses. O intervalo entre a primeira e a segunda dose da vacina é de seis meses. A pasta assegura que a vacina não aumenta o risco de eventos adversos graves, aborto ou interrupção da gravidez. A vacinação tem impacto significativo na redução da incidência do HPV, como nos Estados Unidos, que reduziram em 88% as taxas de infeção oral pelo vírus com imunização, disse o Ministério da Saúde. Esclarece ainda que a vacina não é eficaz para tratamento de infecções ou lesões por HPV já existentes. A campanha deste ano tem como tema “Não perca a nova temporada de Vacinação contra o HPV” e será veiculada até 28 de setembro por meio de várias peças. As escolas receberão material informativo para que professores, alunos e familiares possam debater sobre as doenças. No Brasil, estima-se que a prevalência do HPV é de 54,3%, sendo que mais de 37% têm HPV de alto risco para câncer, de acordo com pesquisa preliminar feita pelo Ministério da Saúde, universidades e secretarias municipais de saúde das capitais. Os resultados finais deste estudo serão divulgados até o fim do ano.

Foto: reprodução

Candidatos e partidos já gastaram pouco mais de R$ 2 milhões para impulsionar conteúdo eleitoral na internet este ano. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (4) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e consideram o montante investido entre 16 e 30 de agosto, as primeiras duas semanas da campanha. Entre os candidatos à Presidência da República, o investimento em conteúdo impulsionado na internet foi de R$ 50 mil. O montante é mais concentrado entre os concorrentes aos governos dos estados, com R$ 650 colocados nesse tipo de publicidade. Considerando os candidatos ao Senado, o valor chegou a R$ 330 mil.

Quartzolar Argamassa e Rejuntes!

A Quartzolar Argamassa e Rejunte dispõe do que existe de melhor no setor, com os melhores preços, durabilidade e economia surpreendente, pois os produtos rendem muito mais, sendo destaque e reconhecida com o certificado de qualidade ISO9001/2015. Os produtos deixarão o seu ambiente com um aspecto moderno e com um acabamento impecável. Para maiores informações e compras entre em contato através dos telefones 0800 024 3077 ou (77) 99145-8824, através do site www.quartzolar.com.br ou do endereço eletrônico (e-mail) sac@quartzolar.com.br.

Foto: reprodução

por Clara Gibson,

A Bahia obteve nota 4,7 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2017. Apesar de ter superando a meta de 4,1, proposta pelo Ministério da Educação (MEC), o número apresentado pelo estado está abaixo da média nacional, que foi avaliada com 5,8. Em todo o país, apenas três estados não alcançaram as metas do MEC, entre eles o Amapá, Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul. O estado do Ceará obteve destaque por ter superado a meta proposta para 2017 em 1,4 ponto. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (3) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Os resultados são apresentados em uma escala de 0 a 10. O índice é calculado a cada dois anos e leva em conta os anos iniciais e finais do ensino fundamental e o ensino médio. Na Bahia, o município de Itatim foi o que apresentou a melhor nota no 5º ano do ensino fundamental, avaliado em 7,1 e superando a meta em 3,2. A cidade de Licínio de Almeida apresentou a segunda melhor média estadual, alcançando a nota 6,8. Os municípios também foram os dois melhores em português e matemática, de acordo com a avaliação do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) em 2017 (veja aqui). Entre os piores índices do primeiro ano do ensino fundamental, Biritinga foi o município que obteve pior avaliação do estado no 5º ano, com nota 3,3. Dos 417 municípios existentes na Bahia, apenas 16 apresentaram nota maior ou igual a 6. Três municípios não foram avaliados. A respeito do 9º ano, o melhor município baiano foi Licínio de Almeida, avaliado com 6,0, superando a meta em 4,3. Em segundo lugar, ficou o município de Jacaraci, com nota 5,5, mesmo número proposto como meta pelo MEC. Os piores municípios da Bahia no ano de saída do ensino fundamental foram Itamari e Jussari, empatados com nota 1,9. A pesquisa não avaliou a qualidade do 9º ano em 21 cidades.

Foto: Reprodução / Agência Brasil

A coligação O Povo Feliz de Novo, formada por PT, PCdoB e Pros, ingressou com uma representação criminal no Supremo Tribunal Federal (STF) contra Jair Bolsonaro (PSL) pelos crimes de injúria eleitoral, ameaça e incitação ao crime. O deputado apareceu em um vídeo divulgado na internet empunhado um tripé de câmera como se fosse uma arma e dizendo “vamos fuzilar a petralhada aqui do Acre” e "vão ter que comer capim". De acordo com a Agência Brasil, na representação, o PT argumenta que “por mera divergência política, entende o candidato ser necessário o fuzilamento de toda uma parcela da população, o que representa, a um só tempo, os cometimentos dos crimes de ameaça e incitação ao crime”. O partido pede que o STF ordene a Procuradoria-Geral da República (PGR) a abrir procedimento investigatório sobre o caso.

Páginas